Tiroteio, perseguição e morte nas ruas do Parque dos Camargos

2443
- Publicidade -

Guarda Municipal detém quatro jovens armados depois de ouvir tiros na rua Glória e descobre possível ligação com homicídio

Na noite do último sábado, 1/10, uma guarnição da Guarda Civil Municipal (GCM) flagrou homens armados entrando em um automóvel na rua Glória, esquina com via Taboão, no Parque dos Camargos, após ser alertada pelo ruído de disparos de armas de fogo. Depois de perseguição e troca de tiros, os fugitivos foram detidos e levados à Delegacia Central, onde se descobriu possível ligação com homicídio ocorrido naquele dia e no mesmo bairro.

A GCM patrulhava a área quando ouviu três tiros e ao se dirigir ao provável local dos disparos encontrou um Fiat Siena cinza parado no cruzamento e um jovem armado entrando no veículo em companhia de mais dois homens. Ao ouvirem voz de detenção, partiram em fuga, durante a qual um dos fugitivos disparou contra a viatura da Guarda.

Após percorrer várias vias do bairro, a GCM encurralou os perseguidos com apoio de outras viaturas que atenderam ao pedido de reforço e deteve B.C.S. (21 anos), L.M.V.(21 anos), Martevaldo Ribeiro Leite (29 anos) e o menor M.R.S.C. (17 anos), esse último após fuga a pé. Posteriormente, Martevaldo foi identificado como vítima, já que se encontrava no Siena quando os outros três invadiram o veículo e o obrigaram a sair do local sob ameaça. Com B.C.S. foi apreendida uma pistola Taurus 460.

Os detidos foram levados à Delegacia Central, quando se verificou que um homem ferido por arma de fogo havia sido levado ao Pronto Socorro do Jardim Silveira e depois transferido ao Hospital Municipal Francisco Moran (HMB), onde morreria. A vítima foi então identificada como Alonso Mendes da Silva, que teria sido baleado na via Tupi, próximo do local onde a GCM havia flagrado os três jovens.

A Polícia Civil foi ao local onde para verificar a ligação entre as duas ocorrências, imaginando que os jovens fugiram por ser culpados do homicídio. Essa  versão foi descartada por testemunhas e pelo fato de o morto ter relação de amizade e parentesco com os suspeitos. Próximo ao local de detenção foi encontrado um revólver Taurus, calibre 38, com uma cápsula deflagrada e cinco balas no tambor, que teria sido descartado por L.M.V. no meio de entulhos .

Esclarecidas essas informações, a polícia agora trabalha com a hipótese de que os jovens estavam à procura de vingança pela morte de Alonso.

[sam_ad id=”20″ codes=”true”]

 

 

- Publicidade -