Quarentena: Isolamento em Barueri cai drasticamente durante a semana

2934
- Publicidade -

Cidade chega a registrar índices acima dos 50% nos fins de semana, mas percentual sofre queda durante a semana, chegando a 42%

O Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo (Simi) aponta um comportamento bastante claro do barueriense na adesão ao isolamento social: queda acentuada nos índices durante a semana. No último fim de semana, a cidade registrou 49% no sábado, 2/5, e 56% no domingo, 3/5. No entanto, na segunda-feira, 4/5, o percentual caiu para 44%.

Ao analisarmos os dados registrados pelo Simi na semana passada, a situação é ainda mais gritante. Barueri obteve 55% de isolamento social no domingo, 26/4. Mas na segunda-feira, 27/4, o índice foi para 43%. Aumentou para 44% na terça-feira, 28/4, e teve nova queda para 43% na quarta-feira, 29/4.

Na quinta-feira, 30/4, véspera de feriado, apenas 42% dos baruerienses aderiram à quarentena. Foi o pior percentual registrado por Barueri desde o dia 20/3, quando o município teve apenas 39% de adesão ao isolamento social. No feriado de 1º de Maio, o índice voltou a crescer, dessa vez para 51%.

Desde que o Simi começou a monitorar a adesão à quarentena em todo o estado, em 5/3, o melhor índice alcançado por Barueri foi de 56%, registrado nos dias 29/3 e no último domingo, 3/5. Já o pior percentual, de 25%, foi alcançado no dia 12/3, quando ainda não havia o decreto estadual para o fechamento do comércio e de serviços não essenciais.

Gráfico do Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo (Simi) mostra índices de adesão ao isolamento social nos municípios do estado por meio de sinal de aparelhos celulares/Foto: Reprodução Simi

Reabertura gradual da economia

Na segunda-feira, 4/5, o governador João Doria declarou que cidades com índices de isolamento social abaixo de 50% serão excluídas da reabertura gradual da economia, programada para o dia 11/5 (leia mais). “Não havendo um índice superior a 50%, já por este item, as cidades estarão automaticamente excluídas de qualquer flexibilização”, afirmou Doria em coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

O governo de São Paulo anunciará na sexta-feira, 8/5, as cidades que poderão retomar parcialmente as atividades. Os técnicos, que trabalham nas regras de flexibilização da quarentena, avaliarão em cada município o isolamento social, os casos confirmados e os óbitos por coronavírus, além do número de leitos, principalmente os de UTI.

Em Barueri, se considerarmos apenas a semana de 26/4 a 2/5, o município obteve média de 46%, ou seja, número abaixo do esperado para a reabertura gradual no dia 11/5.

Covid-19 em Barueri

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura na terça-feira, 5/5, Barueri conta com 54 mortes por Covid-19, três a mais do registrado na segunda-feira, 4/5. A cidade investiga outras 19 mortes, que aguardam exames laboratoriais.

Pacientes internados no Hospital Municipal de Barueri (HMB) e Pronto Atendimento do Jardim Paulista são 104. Os casos confirmados somam 558 e os em investigação que estão em isolamento são 1249. Os pacientes curados agora são 348.

Leitos disponíveis em Barueri

Na semana passada, o BnR publicou reportagem sobre os leitos hospitalares na cidade (relembre). Segundo a prefeitura, o HMB estava com ocupação média de 66% da capacidade de cada tipo de leito.

O HMB dispõe de 289 leitos no total, sendo 28 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Diante da pandemia, outros 140 leitos foram destinados para a Covid-19, sendo 103 intermediários e 37 críticos (UTI e semi-UTI).

Já o Pronto Atendimento do Jardim Paulista conta com 30 leitos intermediários para atendimentos a pacientes com coronavírus.

- Publicidade -