Prefeitura confirma que 10 GCMs estão com Covid-19

2197
- Publicidade -

Administração informou que agentes estão afastados. Fontes do BnR disseram que número de infectados seria de quase 40

A prefeitura de Barueri confirmou nesta quarta-feira, 15/4, que dez Guardas Municipais estão com Covid-19. Ao Barueri na Rede, a administração municipal informou que os profissionais contaminados estão seguindo os procedimentos da medicina do trabalho para afastamento. No entanto, o número de infectados seria de quase 40 GCMs.

A confirmação de infectados com coronavírus na GCM veio após fontes do BnR informarem que os testes em agentes se esgotaram na manhã desta quarta-feira, 15/4. “Alguns guardas conseguiram realizar o teste logo pela manhã, mas por volta das 10 horas, acabaram os testes”, afirmou uma fonte da Guarda. Ao ser questionada sobre o caso, a prefeitura disse que a “testagem continua sendo feita” e confirmou que dez agentes estão infectados.

No entanto, segundo guardas que procuraram o BnR, esse número seria maior. “Temos a informação de que quase 40 guardas testaram positivo para Covid-19. O problema é que não estão exigindo a contraprova. Então, não está sendo tomada nenhuma providência, só o afastamento dos infectados”, alegou um agente.

As fontes do BnR ainda relatam o receio de que esses agentes infectados passem o vírus para familiares, já que a prefeitura não realizou testes em familiares ou pessoas que tiveram contato com os profissionais com Covid-19. “Isso preocupa todos nós”, contou um agente.

Os guardas também atribuíram o número de infectados na corporação ao fato de não terem recebido orientações nem material adequado. A Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana entregou a cada um dos guardas um par de luvas, uma máscara e um vidrinho de álcool em gel. A medida seria insuficiente segundo os agentes.

Sobre a questão, a prefeitura informou que “o cuidado com esta classe, que também está na linha de frente do combate à pandemia, é constante” e que “houve disponibilização de materiais de proteção antes mesmo do início da fiscalização da quarentena, além da higienização das viaturas por empresa especializada e higienização em todas as bases”.

- Publicidade -