Ponto MIS exibe ‘O Homem que Virou Suco’

133
- Publicidade -

Longa nacional estará em cartaz este sábado, 16/5. Iniciativa faz parte do projeto do Museu da Imagem e do Som em parceria com a Secretaria de Cultura de Barueri

Por: Caroline Rossetti

A edição desta semana do Ponto MIS – Bate-papo de Cinema traz o filme nacional O Homem que Virou Suco. A exibição online será no sábado, 16/5, às 16 horas e, depois, às 18 horas, haverá um bate-papo no Youtube do Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS), idealizador do projeto, que tem a parceria da Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri.

No longa, Deraldo, escritor de cordel, vem da Paraíba para São Paulo e é confundido com Severino, funcionário de uma multinacional que matou o patrão a facadas. Sem documentos para comprovar a identidade, ele foge da polícia e tenta sobreviver na metrópole/ Fotos: Divulgação – Secom Barueri

O longa foi lançado entre 1980 e 1981, dirigido por João Batista Andrade, tem  duração de 1 hora e 37 minutos e classificação de 16 anos. O enredo conta a história de um escritor de cordel paraibano que chega à São Paulo e é confundido com um operário de uma multinacional, que matou o patrão em uma festa. O Homem que Virou Suco está entre os 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos na lista da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) (confira).

A sessão é feita de forma virtual, pelo SPcine Play, às 16 horas. Para assistir, o público deve fazer uma inscrição prévia (neste link). Após a exibição, rola uma bate-papo ao vivo sobre o clássico nacional pelo canal no MIS no Youtube (aqui), com o cineasta Luan Cardoso e o professor de cinema Bruno Cucio.

O Ponto MIS está sendo realizado durante a quarentena todos os sábados, com a exibição gratuita de um filme, seguida de uma conversa com profissionais do ramo cinematográfico. O projeto faz parte da campanha #MISemCASA, que oferece conteúdo cultural em diversas plataformas digitais, em conjunto com o #Culturaemcasa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa estadual, que está seguindo as orientações do Centro de Contingência da Covid-19 que determinaram a suspensão temporária do funcionamento de equipamentos culturais.

- Publicidade -