Polícia Rodoviária toma medidas contra assaltos na Castelo

1425
- Publicidade -

Policiamento está sendo reforçado e CCR foi convocada a fechar acessos irregulares e instalar grades na rodovia 

O 5º Batalhão de Polícia Rodoviária afirmou ao Barueri na Rede que está tomando medidas para evitar os assaltos na rodovia Castelo Branco, que têm acontecido entre os quilômetros 14 e 21, na altura de Osasco e Carapicuíba, próxima ao acesso do Rodoanel. Além do reforço do policiamento na via e no entorno, a CCR ViaOeste deverá fechar acessos irregulares e instalar grades na rodovia.

Segundo dados da Polícia Rodoviária, entre os dias 1 e 17/12 foram registradas quatro ocorrências no trecho em que há um conjunto de casas à margem da rodovia. Entre elas, foram dois roubos, um aconteceu no km 18 no dia 9/12 e outro no km 21 no dia 14/12; além de um relato de disparos de fogo ouvidos por usuários no km 18 no dia 13/12. Duas prisões foram realizadas nesse período no km 18.

A corporação afirmou que o policiamento ostensivo foi reforçado no trecho da rodovia, com o patrulhamento de viaturas do Tático Ostensivo Rodoviário e da Rocam. No bairro à beira da via, em Osasco, ações do Comando de Policiamento de Área Metropolitana Oito também foram intensificadas.

Vídeo registrou uma tentativa de assalto a um motoqueiro no km 19 da Castelo Branco, na alça de acesso ao Rodoanel/ Fotos: Reprodução redes sociais

A Polícia Rodoviária ressaltou que a CCR ViaOeste, que administra a via, já foi comunicada sobre os crimes e foi solicitado que a concessionária ceda imagens de câmera de segurança para ajudar nas investigações. À CCR, também foram exigidas algumas medidas preventivas, como fazer a limpeza do acostamento e dos canteiros centrais e laterais retirando pedras, galhos e entulhos arremessados na via; fechar um buraco no muro do km 19 que tem sido utilizado por criminosos; fechar o acesso irregular entre a rodovia e um campo de futebol no km 18; fazer a poda de vegetação, plantação de mandioca e cana às margens da rodovia na altura de Osasco; arrumar a iluminação pública no trecho entre os km 14 e 21; aumentar viaturas de rota de inspeção para apoio ao usuário; e colocar grades que impeçam o acesso à pista para reduzir o número de atropelamentos e a prática de crimes.

Em caso de emergência, a Polícia Rodoviária reforçou que a população pode acionar o policial mais próximo ou pode ligar no telefone de emergência 190.

O que diz a CCR

O CnR procurou a CCR ViaOeste para saber quando as medidas preventivas serão tomadas. Sem entrar em detalhes, a companhia afirmou que está ‘dando todo o apoio necessário ao policiamento, respeitando as normas estabelecidas no contrato de concessão, para contribuir com a segurança dos usuários da rodovia Castello Branco’.

No início da semana, a concessionária voltou a reforçar que a segurança pública não é de responsabilidade da companhia e sim da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, conforme contrato estabelecido.

A CCR conta com o Centro de Controle Operacional (CCO), com funcionamento de 24 horas por dia, com a presença de policial militar rodoviário. Em caso de ocorrências na rodovia, os usuários podem entrar em contato pelo 0800 701 5555, para acionar o policial de plantão. A concessionária afirma que o tempo médio de espera da ligação é de 13 segundos e que as solicitações são atendidas prontamente.

O CCO também presta serviços de guincho, socorro mecânico e atendimento pré-hospitalar. A empresa tem, ainda, uma ouvidoria, para esclarecimentos de dúvidas, pedidos de informações e registro de sugestões ou reclamações, que pode ser acionada por telefone (11) 2664-6060 ou pelo site (aqui).

Crimes na Castelo

Um vídeo de uma tentativa de assalto na rodovia Castelo Branco circulou nas redes sociais nos últimos dias. As imagens mostram três homens tentando roubar um motociclista na altura do km 19, na alça de acesso para o Rodoanel Mário Covas, entre Carapicuíba e Osasco.

Na gravação, três homens andam pela margem da rodovia, quando pulam a mureta e tentam assaltar um motociclista que passa pela via. Um dos homens chega a tentar acertar o motoqueiro com uma coronhada de, aparentemente, uma arma de fogo. Sem sucesso, os ladrões fogem e o motociclista segue caminho.

Na semana passada, o Barueri na Rede noticiou a ação de criminosos entre os km 14 e 19 no sentido capital, na altura de Osasco. Os assaltantes têm colocado pedras e pregos na pista para assaltar os veículos que passam pela armadilha (relembre).

- Publicidade -