Passageiros relatam diminuição de frota e aglomeração em ônibus

1132
- Publicidade -

De acordo com moradores da cidade, linhas da EMTU, Benfica e Ralip teriam diminuído suas frotas durante a quarentena, formando lotação nos transportes

O Barueri na Rede vem recebendo reclamações de passageiros quanto à diminuição da frota de ônibus na cidade, o que tem causado lotação nos transportes públicos durante a quarentena contra a proliferação do novo coronavírus, em que as autoridades pedem para que se evite aglomerações.

Em um dos casos, passageiros reclamaram que a linha 291 – Jandira/Santana de Parnaíba, da empresa EMTU e que passa por Barueri, teve sua frota de ônibus diminuída, inclusive em horários de pico. “Desde o início da quarentena os ônibus começaram a ter um intervalo maior entre um e outro, e isso está causando grandes aglomerações dentro dos coletivos”, conta um leitor ao BnR.

Em outro caso, uma moradora da cidade ressalta que a linha 165 – Jardim São Luiz/Tupanci, da empresa Ralip, também teve a sua frota de ônibus alterada. “A frota diminuiu e os horários de domingo. Essa alteração começou depois do isolamento social”, conta a leitora.

Além disso, passageiros que questionam que mesmo se protegendo, há outros usuários não estão utilizando máscaras, e com uma quantidade menor de ônibus circulando, e coletivos com maior lotação, acabam tendo contato com essas pessoas. “Tem gente que não pode parar de ir trabalhar, pegar ônibus. Ai você entra em um ônibus lotado durante um isolamento social e têm pessoas que não utilizam ao menos uma máscara”, reclama um leitor ao Barueri na Rede.

O BnR entrou em contato com as empresas EMTU, Benfica e Ralip, que circulam pela cidade, questionando se as frotas foram diminuídas e quais medidas as empresas estão tomando para evitar a aglomeração de passageiros. Em nota, a EMTU disse que o transporte metropolitano por ônibus registrou em média, nessas últimas semanas, uma redução de 75% no número de passageiros transportados, em virtude do período de quarentena decretado pelo Governo do Estado, e que a frota das linhas em circulação foi ajustada à redução da demanda.

A empresa afirma ainda que a operação é acompanhada a cada dia por fiscais da EMTU/SP, e que o acompanhamento da linha 291 será intensificado e providências serão adotadas, como a inclusão de ônibus em circulação caso seja verificada a necessidade. A EMTU alerta que para denúncias, o passageiro pode registrar uma queixa nas redes sociais da empresa no Twitter e Facebook.

O Barueri na Rede também tentou contato com as empresas Ralip e Benfica, questionando sobre a alteração na frota e sobre medidas tomadas durante a quarentena, mas até o fechamento da reportagem, não tivemos respostas.

 

- Publicidade -