Covid-19: população alerta sobre situação de moradores de rua

924
- Publicidade -

Segundo a prefeitura, serviço de abordagem social está intensificando buscas por pessoas em situação de rua. Porém, não há como obrigá-las a irem para abrigos

Com o pedido para as pessoas ficarem em casa devido à pandemia do coronavírus (Covid-19), baruerienses têm questionado sobre como fica a situação dos moradores de rua da cidade, que acabam ficando vulneráveis e expostos ao vírus.

“Estava aqui pensando e gostaria muito de saber o que a prefeitura está fazendo ou fará com os moradores de rua. Pois se a ordem é ficar em casa, como fica a situação deles que não têm casa?”, questionou uma leitora ao Barueri na Rede. “São seres humanos como todos nós, apenas não têm casa”, completa.

Outra moradora fez um alerta sobre pessoas em situação de rua, que estariam em frente ao Supermercado Barbosa, no Centro. “Depois do envenenamento de novembro não tinha mais ninguém por ali. Mas agora notei que está aumentando o número”, alegou. “Tem dia que tem uns doze [moradores de rua], sendo duas mulheres”, alerta.

Ela conta que esses moradores de rua param pessoas pedindo dinheiro ou comida e transitam dentro do supermercado. “Eles também correm risco [de serem contaminados com o vírus e repassá-lo]”, lamenta.

Barueri na Rede procurou a prefeitura sobre como fica a situação dessas pessoas frente à pandemia. Em nota, a administração municipal informou que a cidade tem duas casas de acolhimento, Casa de Passagem e Cáritas, que estão funcionando normalmente. Os funcionários dos abrigos estão trabalhando com luvas e máscaras.

A nota explica que o serviço de abordagem social está ‘intensificando as buscas, na tentativa de abrigar aqueles que estão na rua nos dois serviços ofertados’ e que essas pessoas não estão desamparadas. Porém, ‘não há como obrigar qualquer pessoa a ir para um dos equipamentos’ já que não há amparo legal para tal ação.

Por fim, a nota diz que a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social ‘está empenhando esforços  como sempre fez, ofertando à população de rua um local para ficar’.

Em novembro do ano passado, oito pessoas em situação de rua ingeriram uma bebida alcoólica misturada a cocaína na rua Duque de Caxias, na altura da praça das Bandeiras. Quatro pessoas morreram intoxicadas e quatro ficaram internadas (relembre).

Coronavírus

Barueri já registrou três mortes devido ao Covid-19, além de seis casos confirmados que estão em acompanhamento (leia mais).

Por determinação do Ministério da Saúde, não serão mais contabilizados os episódios suspeitos. Todas as pessoas que apresentarem sintomas compatíveis com Covid-19 serão acompanhadas com se estivessem contaminadas e entrarão nas estatísticas apenas em caso de confirmação por meio de exame laboratorial.

No domingo, 22/3, a Guarda Civil Municipal fechou 53 bares durante a Operação Vai pra Casa, que visa o cumprimento do decreto municipal que estabeleceu o fechamento de estabelecimentos de serviços não essenciais (confira).

- Publicidade -