Oficina gratuita de Libras abre inscrições

5753
- Publicidade -

Com aulas de duas horas, uma vez por semana, o curso tem duração total de quatro meses

As inscrições para oficina gratuita de Língua Brasileira de Sinais (Libras) estão abertas. Com formação de novas turmas, o curso conta com aulas dinâmicas e abordagem prática para fixação de conteúdo. Os participantes da oficina terão, já nas primeiras aulas, noções básicas da linguagem de sinais para poderem se comunicar com deficientes auditivos.

A oficina terá um total de quatro meses, com aulas de duas horas de duração uma vez por semana, no período da manhã ou tarde. As atividades serão na sede da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SDPD), que fica na rua Vereador Isaías Pereira Souto, 175 – Jd. Belval.

As inscrições para a oficina de Libras devem ser realizadas com o envio de dados, como nome completo, data de nascimento, endereço e telefone, para o e-mail [email protected], ou direto na sede da SDPD. Assim que houver a formação de turma, que inicia com um mínimo de cinco pessoas, o aluno é comunicado com os dias e horários disponíveis para a realização das aulas.

Segundo informações da SDPD, que oferece a oficina de Libras desde 2016, atualmente estão disponíveis aulas de terça-feira, das 10h20 às 12 horas, e de segunda-feira, das 15h30 às 17h30. Saiba mais pelo telefone 4194-4939.

De acordo com dados do Censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui 9,7 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência auditiva, o que inclui perda bilateral, parcial ou total, de 41 decibéis (dB) ou mais. Deste total, cerca de 1 milhão são jovens de até 19 anos e mais de 2 milhões apresentam deficiência auditiva severa, com perda de 70 e 90 decibéis (dB).

Em 2002, a Língua Brasileira de Sinais (Libras) foi reconhecida como segunda língua oficial do país, com a sanção da Lei nº 10.436. Já em 2008, foi instituído 26 de setembro como o Dia Nacional do Surdo, data criada como alerta para as barreiras de acessibilidade que ainda são impostas aos portadores de deficiência auditiva.

 

 

 

 

 

- Publicidade -