Oeste perde em Goiânia com gol aos 45 do segundo tempo

236

Com segunda derrota consecutiva, Rubrão se afasta do G4 e se aproxima da zona de rebaixamento

goiass2
Os dois times fizeram um jogo truncado e com poucas oportunidades de gol/Fotos: Goiás EC

Com um gol aos 45 minutos do segundo tempo, o Oeste foi derrotado pelo Goiás por 1 a 0, em Goiânia, pela 18ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro, na tarde deste sábado, 28/7. Foi a segunda derrota consecutiva e o Rubrão muda da situação de quem estava encostando na zona de acesso para ficar a apenas dois pontos da linha de rebaixamento.

O Oeste foi a Goiânia com o objetivo de trazer um ponto para casa e contou com a contribuição do Goiás no primeiro tempo. Os donos da casa praticamente não levaram perigo ao gol de Tadeu. Apesar de rondarem a área do Rubrão, suas tentativas se resumiam a chutes de fora da área, sem perigo. Do lado rubro-negro, apenas uma jogada de perigo. Claudinho recebeu bola rolada dentro da área e bateu rente à trave.

Pouca coisa mudou na segunda etapa. O Oeste ao menos teve uma boa oportunidade logo no início em chute de Léo Artur, mas Marcos, o goleiro goiano, defendeu. O Goiás tentou partir para a pressão e na sua melhor chance Ernandes mandou a bola na trave de Tadeu.

Mas a falta de ousadia do Rubrão castigou. No último minuto, Renato Cajá marcou um golaço em jogada individual. Ele recebeu na entrada da área, ajeitou se livrando do zagueiro e acertou um belo chute de esquerda, de fora da área, no ângulo direito de Tadeu. O Rubrão pareceu acordar e quase empatou nos acréscimos, mais uma vez em cabeçada de Leandro Amaro que obrigou Marcos a fazer a defesa do jogo.

Com a derrota, o rubro-negro continua nos 22 pontos, agora no 14º lugar e apenas a dois pontos do CRB, o primeiro no grupo de rebaixamento. O Oeste volta a campo na próxima sexta-feira, na rodada de encerramento do primeiro turno da competição. Às 20h30, enfrenta na Arena Barueri o lanterna Boa Esporte.

Em Goiânia, o técnico Roberto Cavalo mandou a campo Tadeu; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Conrado; Betinho, Danielzinho, Mazinho (Carlinhos) e Léo Artur; Claudinho (Lídio) e Pedrinho (Henrique).