Oeste bate Mogi Mirim na Arena Barueri e sai da degola

304

Com gols de Lídio e Roberto no segundo tempo, o Oeste faz 2 a 0, pula para a 14ª colocação e respira

Oeste venceu por 2 a 0, mas tem tabela difícil na sequência do campeonato. Fotos|: Flávio Costa
Oeste venceu por 2 a 0, mas tem tabela difícil na sequência do campeonato. Fotos: Flávio Costa

Jogando na Arena Barueri na tarde deste domingo, 9/4, o Oeste ganhou do Mogi Mirim por 2 a 0 e renovou as esperanças de permanecer na série A2 do Campeonato Paulista. Faltando três rodadas, o time chegou a 19 pontos e ocupa agora a 14ª posição na classificação, fora da zona de rebaixamento.

O rubro negro dominou a partida desde o início, impondo seu ritmo ao Mogi Mirim, time em posição ainda pior na tabela que se plantava atrás a espera de uma oportunidade de contra ataque. Logo aos cinco minutos Robert recebeu lançamento da intermediária e obrigou o goleiro Potty a difícil defesa. Passado o bom início do time mandante, o Sapão equilibrou o jogo e criou oportunidades, sem contudo movimentar o placar.

O empate não servia para ninguém, e o Oeste voltou mais determinado, como no início da primeira etapa, e Erick quase abre o placar, aos oito minutos, em chute cruzado que Potty defendeu no reflexo. Aos 22, os time da casa abriu o placar com Lídio aproveitando a sobra na cobrança de escanteio.

O Mogi fez alterações para colocar o time mais na ofensiva, nos minutos finais, mas quem consegui ir as redes novamente foi o Oeste, com Robert finalizando jogada de contra ataque para dar números finais ao placar, aos 46 minutos.

Roberto Cavalo mandou a campo o seguinte time: Rodolfo; Reginaldo, Luiz Gustavo, Garutti e Jean (Ricardo); Tatuí (Thiago Adam), Lídio e Mazinho; Raphael Luz, Robert e Erick

Apesar do respiro, o Rubrão tem tabela complicada neste final de fase de classificação, já que sai de casa duas vezes na próxima semana, para pegar Bragantino e Portuguesa de Desportos, nos dias 12 e 17/4. Na última rodada, dia 23/4, recebe o Juventus na Arena Barueri. Três times que ainda sonham com o acesso à divisão principal