O garimpeiro dos talentos do vôlei prepara uma nova geração

1073
- Publicidade -

Há 15 anos Fernando Melo revela atletas em Barueri. Este ano, ao lado de José Roberto Guimarães, ele sonha mais alto

peneiratodas
Meninas vieram de todas as partes do Brasil com o sonho de jogar no time de José Roberto/Fotos: GRB

Eram quase 500 meninas vindas de todas as partes do Brasil. Elas chegaram com o mesmo sonho: jogar na base do time de vôlei comandado pelo técnico tricampeão olímpico José Roberto Guimarães. O fim de semana de 17 e 18/12 foi de grande expectativa e apreensão no ginásio Sérgio Honda, na Boa Vista. Ao final, 60 garotas de 14 a 19 anos de idade ganharam a oportunidade de treinar no Grêmio Recreativo Barueri (GRB).

O responsável pela missão de escolher entre as garotas aquelas que têm potencial para um dia subir num pódio olímpico é um jovem veterano no trabalho de garimpar talentos. Fernando Melo, 44 anos, que há mais de 15 atua na formação de jogadoras de vôlei em Barueri. Foi ele quem, ajudado pelo técnico de cada categoria, fez a lista de meninas que treinarão no clube a partir de 6/2.

p1090929
Fernando: descobridor de talentos

Fernando veio de Osasco para o GRB como atleta há mais de 20 anos. Aqui, foi jogador, treinador, professor, supervisor da categoria principal e hoje é coordenador técnico da base. Desde que passou a ser responsável pela seleção de futuras jogadoras, centenas de jovens passaram por ele e muitas tornaram-se atletas de ponta.

Hoje, por exemplo, quatro dos destaques da seleção brasileira sub-19, que no fim de 2016 conquistou o título sul-americano, foram formadas no GRB com a orientação de Fernando. E ele sabe o nome delas na ponta da língua: Jaqueline Moreno, Diana Duarte,  e as irmãs Kenya e Karina Malaquias, além da maranhense Nayeme Vitória, que também passou por aqui. Todas atualmente estão no Bradesco. Aliás, ele vai reencontrar as ex-pupilas no dia 18/2, quando Bradesco e Hinode/GRB se enfrentam pela Superliga B.

Além do quarteto da seleção, Fernando também treinou Taynara Lemes, ainda na faixa do sub-17, que foi trazida de Osasco para o Hinode/GRB por José Roberto Guimarães para completar o elenco principal.

Na peneira realizada em dezembro participaram 493 candidatas, das quais 300 não eram federadas e 193 já tinham inscrição na Federação Paulista de Voleibol. Foram selecionadas 60 meninas, 15 para o sub-19, mais 15 para o sub-17 e 30 para o sub-15. No caso das mais jovens, a decisão de aumentar o número de convocadas foi do próprio Zé Roberto. “Como todas são da região, não será necessário ter alojamento para elas, e também em razão da idade, o Zé decidiu dobrar o número”, explica Fernando. Doze garotas que moram longe ficarão alojadas no Sportville, o centro de treinamento do técnico da seleção no Califórnia.

peneiraadultas
Atletas do time principal recepcionaram as garotas

As meninas se apresentam no começo de fevereiro e já este ano vão disputar o Campeonato Paulista e os torneios regionais de cada categoria. Há dois anos, com o corte das verbas públicas, o time não participava de competições. Fernando está otimista. “Nós sempre tivemos uma base forte, mas faltava o espelho, que agora temos”, diz, referindo-se ao time principal, que servirá de modelo para as garotas durante sua formação como atletas. As adultas, inclusive, participaram da recepção às meninas na peneira em dezembro.

A base do GRB, no entanto, ainda espera a liberação da Lei de Incentivo ao Esporte no governo estadual para poder obter recursos de empresas que permitirão manter o projeto. O time principal que disputa a Superliga B a partir de 24/1 já conseguiu.

- Publicidade -