Movimento pela concha acústica colhe assinaturas e organiza show

658
- Publicidade -

Abaixo-assinado está sendo realizado para pedir audiência pública contra a demolição. E domingo tem show 

contcha
Durante anos, a concha acústica da Boa Vista foi o principal espaço do movimento hip hop da região/Foto:BnR

Um grupo ligado ao movimento hip hop que se opõe à derrubada da concha acústica da Vila Boa Vista está colhendo assinaturas para pedir uma audiência pública à Câmara Municipal e requerer que o Ministério Público (MP) interceda para impedir a demolição. A meta é conseguir 300 adesões até domingo, 22/4, quando será realizado um show-manifesto pela preservação do espaço. O evento deveria ter ocorrido no domingo passado, mas foi adiado por causa da chuva.

Promovidos pela associação Balança Barueri, o abaixo assinado e o show nasceram da informação de que a prefeitura pretende demolir, além da concha acústica, também o ginásio Sérgio Honda e o Teatro Municipal para construir um complexo cultural. “A concha tem valor cultural e sentimental, pois durante vários anos foi o principal ponto de lazer e expressão de muitos jovens da cidade e da região”, explica Adriano Beat, um dos organizadores do movimento.

Em meados dos anos 1990, a concha acústica era palco das principais manifestações do movimento hip hop. Muitos grupos fizeram ali suas primeiras apresentações, e o palco recebeu também grandes nomes, como Racionais, Thaíde e Dexter, RZO, Consciência Humana, Sistema Negro, RPW, Facção Central e Visão de Rua, entre outros.

Para a atividade do próximo domingo, foram convidados artistas do cenário do rap como Crônica Mendes (A Família), Tate (Eclesiastes), Lakers (Código Fatal), Função RHK (Familia RZO), Dableu T (Inteligência Doentia) e também grupos da Regiao Oeste e de Barueri. O evento, organizado pela entidade cultura Balança Barueri, vai das 15 às 20 horas na própria concha ou, se ela não for liberada, na rua ao lado.

- Publicidade -