Morre jovem atropelado por ônibus no Viana

5752
- Publicidade -

Rapaz estava internado no Hospital das Clínicas, mas, não resistiu aos ferimentos. Família decidiu pela doação dos órgãos

ATUALIZADO: Na tarde desta quinta-feira, 27/2, a família aguarda o transporte do corpo do IML de Osasco para o velório, no Cemitério de Barueri. A cerimônia está prevista entre as 16 e as 17 horas.

O jovem carapucuibano, que foi atropelado por um ônibus no Parque Viana na tarde de segunda-feira, 24/2, morreu na manhã desta quarta-feira, 26/2, quando completaria 18 anos. Depois do atropelamento, o rapaz chegou a ser socorrido pelo Helicóptero Águia, da Polícia Militar, ao Hospital das Clínicas, mas, não resistiu aos ferimentos.

Gabriel Guilherme, de 17 anos, faria aniversário nesta quarta-feira de cinzas, 26/2. Ao Barueri na Rede, familiares e amigos contaram que o rapaz, que morava na Vila Lourdes, em Carapicuíba, e fez a pré-escola em Barueri, era o caçula de dois irmãos. Ele gostava de andar de bicicleta, jogar futebol, era um jovem tranquilo, reservado e que sempre estava com os amigos. “A gente tinha muitos momentos de resenha. Ele perguntava da minha família, eu perguntava da dele, e relembrávamos os velhos tempos”, contou um amigo de infância de Gabriel.

Ainda no hospital, a mãe de Gabriel relatou que os médicos afirmaram que o menino teve morte cerebral na manhã do aniversário dele. O velório será no Cemitério Municipal de Barueri e o enterro será no Cemitério Alphacampus, em Jandira. Porém, ainda não há previsão de data e horário, já que a família fará a doação de órgãos de Gabriel.

Em postagem no Facebook, em 2018, Gabriel disse querer um velório digno/ Fotos: Redes sociais

Relembre o caso

O acidente aconteceu por volta das 14 horas de segunda-feira, 24/2, na rua Cerejeira, no Parque Viana. O ciclista teria perdido a direção e colidido de frente com um ônibus de linha municipal. As ferragens da bicicleta ficaram presas embaixo do coletivo.

O Corpo de Bombeiros prestou os primeiros socorros, junto com a Defesa Civil, a Guarda Municipal e a Polícia Militar. Devido ao estado grave, a vítima foi levada pelo Helicóptero Águia da PM ao Hospital das Clínicas, na capital.

No hospital, Gabriel Guilherme, morador da Vila Lourdes, de Carapicuíba, passou por cirurgia na cabeça e barriga, sendo colocado em coma induzido para ajudar na recuperação (leia). Porém, ele não resistiu.

- Publicidade -