Mercados adotam medidas de prevenção ao coronavírus

869
- Publicidade -

Entre as ações estão limpeza de carrinhos, disponibilização de álcool em gel e medição de temperatura dos clientes

Por: Caroline Rossetti

Os supermercados de Barueri e Carapicuíba têm adotado medidas de prevenção contra o coronavírus durante o período de quarentena. Entre as ações estão a limpeza de carrinhos, a disponibilização de álcool em gel e a medição de temperatura dos clientes.

Desde a semana do dia 23/3, quando foi decretada a quarentena, prorrogada até 31/5 (veja), estabelecimentos essenciais, como mercados e farmácias, que foram autorizados a continuar abrindo as portas, vêm modificando o funcionamento das lojas. Foram colocadas marcações no chão, para que haja um distanciamento das pessoas nas filas, além de placas de acrílico nos caixas para proteger os funcionários.

A partir do dia 7/5, o uso de máscaras de proteção se tornou obrigatório em todo o estado de São Paulo (leia). “No fim de semana antes do decreto estadual, vimos a maioria das pessoas que estavam no mercado de máscara, mas ainda tinha gente sem”, disse uma leitora que esteve no Giga Atacado, do Tamboré, no sábado, 2/5. “Porém, no último sábado, 9/5, todos estavam de máscara no Sondas do Parque Shopping”, contou outra leitora que fez compras no mercado na Nova Aldeinha.

Ações dos mercados

O Barueri na Rede procurou estabelecimentos de Carapicuíba e Barueri para saber quais medidas estão sendo tomadas para combater a proliferação da Covid-19, e oferecer mais segurança para os clientes.

POR VOCÊ, nós disponibilizamos uma cartilha contendo diversas dicas, recomendações de prevenção e ações que…

Posted by Assaí Atacadista on Sunday, May 10, 2020

A assessoria de imprensa do Assaí Atacadista, localizado na Cohab, em Carapicuíba, afirmou que segue rigorosamente todos os decretos que estão em vigor. A rede pontuou que o acesso à loja está sendo limitado, para evitar aglomerações; está fazendo a aferição de temperatura de colaboradores, parceiros e clientes, estes, na entrada da loja; são oferecidos álcool em gel e equipamentos de proteção individual para os funcionários; os carrinhos, terminais de pagamento e demais pontos de contato ganharam um reforço na higienização e desinfecção, assim como o estacionamento e piso do local. Além disso, foi instalada pia com sabão, na entrada da unidade; adesivos indicando o distanciamento nas filas dos caixas; sinalização em toda loja sobre procedimentos de higiene e informações sonoras sobre prevenção ao vírus na rádio interna.

O Assaí também criou um novo cargo, de auxiliar de qualidade, que tem a função de garantir que todas as medidas de segurança sejam cumpridas. Foi disponibilizada, também, a ferramenta Horário de Pico, no app Assaí, em que o cliente consulta o melhor horário e dia da semana para fazer as compras. Além de um site da campanha Por Você, em que é possível saber de todas as medidas adotadas pelo supermercado (aqui).

Veja como utilizar corretamente sua máscara de proteção

Usar corretamente a máscara é essencial para evitar a contaminação e disseminação da covid-19. Nesse vídeo a gente te mostra como não cometer os erros mais comuns ao manusear essa proteção. Dê o play e veja como garantir mais segurança pra todo mundo! #EstamosAquiPorVocê

Posted by Carrefour on Thursday, May 7, 2020

Já o Carrefour disse que a unidade do Tamboré, em Barueri, também segue todas as determinações do governo de São Paulo. Sobre as máscaras, o mercado está orientando os clientes sobre o uso e está disponibilizando peças para venda na loja e na drogaria. O estabelecimento segue procedimentos de higiene, priorizando a saúde dos clientes e colaboradores. Entre elas, houve o reforço da limpeza e higienização dos carrinhos, esteiras e caixas; a disponibilização de álcool em gel para clientes e funcionários; a instalação de acrílico nos caixas; a aplicação de adesivo nas filas; a indicação de um número máximo de clientes dentro da loja; um limite de itens básicos por cliente, para que todos possam ter acesso; e a medição de temperatura de todos clientes e funcionários que, segundo leitores do BnR, “está sendo feita desde o início da quarentena”.

O Grupo Carrefour também administra o Atacadão, do Tamboré, em Barueri, e da Cohab, em Carapicuíba. Nas duas unidades foram adotadas as mesmas medidas que no Carrefour. Além dos funcionários utilizarem viseiras de acrílico e máscara; a disponibilização de álcool em gel 70% em pontos das lojas; o controle de acesso, levando em conta um limite de clientes dentro dos mercados; e também a medição de temperatura de colaboradores e clientes na entrada das unidades.

As máscaras são as nossas grandes aliadas na batalha contra a Covid-19 e fazê-las em casa é mais fácil do que você…

Posted by Atacadão SA on Monday, May 11, 2020

O Tenda Atacado, localizado em Carapicuíba, ao lado do Poupatempo, por sua vez, informou que tem o compromisso de garantir o abastecimento de comerciantes e famílias de Carapicuíba e região. Durante a pandemia, a loja reforçou todas as medidas necessárias seguindo os órgãos oficiais de saúde, oferecendo segurança para os clientes.

Entre as medidas adotadas estão a higienização dos produtos antes de irem para as prateleiras, a disponibilização de álcool em gel 70%, a instalação de placas de acrílico nos caixas, a desinfecção de todos os carrinhos de compra, o controle de acesso à unidade para evitar aglomerações, além da recomendação para que as famílias evitem levar ao mercado pessoas que estejam no grupo de risco da pandemia. Seguindo o decreto estadual nº 64.959, sobre o uso obrigatório de máscara de proteção no interior dos estabelecimentos comerciais e de serviços essenciais – como os supermercados, a assessoria do Tenda informou que os funcionários estão realizando o controle na porta de entrada das unidades da rede para garantir que todos os clientes estejam utilizando adequadamente a máscara de proteção.

O BnR procurou o Grupo Big (antigo Walmart), que também gerencia o Sam’s Club, ambos no Tamboré, assim como o Giga Atacado, no Tamboré, e o Barbosa, que tem lojas em Carapicuíba e Barueri. Mas, até o fechamento desta reportagem, as empresas não retornaram.

- Publicidade -