Judoca do bairro dos Altos representa a Fieb em jogos estudantis

456

Maria Eduarda Alves da Silva, de 15 anos, venceu o campeonato paulista e conquistou o bronze no nacional, em Blumenau

Por: Caroline Rossetti

Maria Eduarda conquistou o bronze na disputa nacional, realizada em Santa Catariana neste mês de novembro/ Fotos: Arquivo pessoal

Quinze anos de idade e muita dedicação ao judô. Essa é Maria Eduarda Alves da Silva, moradora do bairro dos Altos, faixa marrom e representante da Eefmt Maria Theodora Pedreira De Freitas, a Fieb do Alphaville, em competições estudantis. A conquista mais recente foi o bronze nos Jogos Escolares da Juventude, em Blumenau, que também deu o direto da jovem concorrer à bolsa de incentivo ao esporte.

Em conversa com o Barueri na Rede, o padrasto de Maria Eduarda, Flavio, contou que aos cinco anos ela começou no karatê e aos oito anos passou a praticar judô, ambas as modalidades em Barueri. “Mesmo a mãe tentando levar ela para o balé, a identificação da Maria sempre foi com a luta”, recorda Flavio.

Alguns anos depois, a sensei (treinadora) da judoca, Márcia Martins, deixou a oficina de Barueri e foi para Itapevi. Maria Eduarda, então, seguiu a mestre até a cidade vizinha, onde ela treinou até cerca de três anos atrás, quando o esporte foi encerrado no município. Foi aí que a atleta barueriense participou de uma peneira de duas semanas no Clube Hebraica, no bairro de Pinheiros (SP), e foi aprovada. Hoje, ela é atleta de alto rendimento do clube.

A rotina dela começa cedo, com as aulas do 1º ano do Ensino Médio da Fieb. Na hora do almoço, que muitas vezes é uma marmita fria que ela come no trem, Maria Eduarda sai da escola e vai até Pinheiros, onde treina todos os dias, das 14 às 21 horas. No tempo livre, ela ainda pratica jiu-jitsu na academia Gracie Barra, no Alphaville, onde aprimora a luta de chão, importante para o judô. “Ela treina de segunda a sábado. Fora isso tudo, ainda é uma aluna excelente e com boas notas na escola”, conta orgulhoso o padrasto.

Vencendo a competição paulista, barueriense foi classificada para o nacional

Tanta prática tem um objetivo: a participação em competições. A jovem esportista já enfrentou seletivas nacionais, brasileiros, regionais e campeonatos estaduais. Em algumas das competições ela representa a Hebraica e em outras a Fieb. Porém, o padrasto comenta que Barueri não presta apoio com os custos das disputas, apenas o clube. “É um orgulho para ela representar a Fieb, o clube que dá toda a estrutura de treino, e também a cidade onde ela nasceu e é criada”, pontuou Flavio.

Entre as conquistas mais recentes de Maria Eduarda, representando a Fieb, está o Campeonato Paulista Estudantil, realizado no dia 14/9, em São Bernardo do Campo. No evento, ela competiu na categoria feminino, sub 18, até 48 kg, e venceu o estadual, promovido pela Federação Paulista de Judô. A vitória rendeu a classificação para os Jogos Escolares da Juventude, que foram neste mês de novembro em Blumenau (SC).

No pódio dos Jogos Escolares da Juventude, em Santa Catarina: Maria Eduarda ficou em terceiro, junto com atleta do Distrito Federal. Prata foi para o Rio Grande do Sul e o ouro para Mato Grosso do Sul

Lá, a barueriense competiu entre os dias 15 e 20/11 com outras oito atletas na categoria de 15 a 17 anos, feminino, meio-leve (até 48 kg). Com cinco lutas, vencendo quatro e apenas uma derrota, Maria Eduarda terminou a competição a nível nacional em terceiro lugar (confira a classificação). Além da medalha de bronze, a judoca conquistou o direto de concorrer à Bolsa Talento Esportivo, um incentivo oferecido pelo governo do estado de São Paulo com a ajuda de custo de R$ 415 por mês para a prática esportiva (saiba mais).

Ao finalizar a entrevista, o padrasto afirmou que o judô é um esporte que direciona a vida da enteada, trazendo respeito, humildade e dedicação. “Eu e a mãe dela nos orgulhamos muito da Maria, de ela estar inserida no esporte e, principalmente, pelo empenho que ela tem com o que ela ama desde criança”, comemorou Flavio.