Interdição do Bulevar: muita confusão no primeiro dia

3759

Motoristas foram pegos de surpresa. Falta de informação e orientação 

buleparado
Avenida 26 de Março permaneceu congestionada durante todo o dia/Fotos: BnR

O primeiro dia de interdição da avenida 26 de Março na altura do bulevar foi de muita confusão. Praticamente não havia sinalização, os motoristas não foram orientados e algumas situações não estavam previstas nas explicações dadas anteriormente pela prefeitura. Com isso, um grande congestionamento se formou durante todo o dia desde a altura do Jardim São Pedro.

Trechos da 26 de Março e da Henriqueta Mendes Guerra na altura do bulevar estarão interditadas ao trânsito de veículos por cerca de 150 dias em períodos distintos para a Eletropaulo realizar obras de aterramento da fiação na área (leia aqui a matéria). A primeira etapa de interdição começou nesta segunda-feira, 15/5 e refere-se ao quarteirão entre as ruas Fioravante Barletta e Celidônio Guerra (veja mapa abaixo).

bulefaixa
Mensagens das faixas tinham informações imprecisas

Como não foi dada nenhuma orientação anterior a quem passa pelo local, os motoristas foram pegos de surpresa. Na região central, apenas duas faixas informavam sobre a interdição, com informações imprecisas. Elas diziam “Centro interditado. Apenas trânsito local”, uma mensagem confusa e incorreta.

Uma informação que não constava nas orientações preliminares da prefeitura era de que a travessia da avenida Santa Úrsula para a 26 de Março seria bloqueada. Com isso, quem vinha do viaduto dos Trabalhadores tinha de ir até o retorno após o Ganha Tempo para acessar a prefeitura, por exemplo. E quem descia a Santa Úrsula tinha de fazer o mesmo trajeto.

buleestacio
Estacionamento ficará proibido na D. Pedro durante as obras

Para os motoristas que estavam acostumados a parar na Dom Pedro II, as vagas na rua serão interditadas pelo Demuntran, que proibiu o uso do local para parada ou estacionamento de veículos.

O motorista que chega ao centro pela avenida 26 de Março, vindo do Jardim Belval, terá o percurso interrompido no trecho entre as agências bancárias do Itaú e do HSBC. Lá, o motorista terá que virar à direita na rua Fioravante Barleta, à esquerda na Dom Pedro II e voltar para a 25 de Março pela Celidônio Guerra.

img-20170508-wa0008

 

Mudança de itinerário de ônibus

O percurso da linha 268 – Vale do Sol/Engenho Novo – foi alterado em razão das obras e dos desvios na região. Os ônibus dessa linha deixarão de passar por dentro do Terminal Rodoferroviário Gualberto Tolaini, no Centro, quando estiverem indo no sentido do Vale do Sol.

Com isso, os passageiros deverão procurar a parada na nova baia perto do começo do bulevar para conseguir embarcar nos coletivos. A prefeitura, por meio de nota, justificou essa mudança alegando “diminuição do tempo de viagem dos ônibus, já que eles passavam duas vezes pelo mesmo local (av. Henriqueta Mendes Guerra – baia)”.

Respondendo aos questionamentos do BnR, a prefeitura afirma em nota que foi considerado “que, com os desvios, a repetição deste percurso aumentaria consideravelmente o tempo de viagem”. E que “fazendo a parada na baia, os coletivos desta linha ainda diminuem o fluxo de veículos que acessam o desvio”, conclui a nota.