Homem morre eletrocutado dentro de escola

18598

Funcionário de empresa terceirizada contratada pela prefeitura trabalhava em obra de manutenção no Belval

Helicóptero Águia foi acionado para socorro de emergência

Um operário morreu eletrocutado na manhã de sábado, 2/3, enquanto trabalhava numa obra de manutenção dentro da Emeief Alfredo do Carmo, no Jardim Belval. Ele era funcionário de uma empresa terceirizada contratada pela prefeitura.

Por volta das 11 horas, Clécio Andrade de Souza levou um choque de alta tensão quando tentava ligar um aparelho sobre o telhado metálico do pátio da escola. Ele teve uma parada cardíaca.

Homem trabalhava em obra de manutenção

Foram acionados a Defesa Civil e os bombeiros para socorrê-lo. Também foi requisitado o helicóptero Águia 7, da Polícia Militar, para fazer uma transferência de emergência, mas o homem acabou não resistindo e morreu durante o socorro.

É o segundo acidente recente ocorrido com operários em escolas municipais em menos de um mês. Em 5/2, três homens caíram do telhado da Emef José Leandro de Barros Pimentel, no Jardim Silveira. Eles trabalhavam na demolição do prédio. No local, será construída uma nova unidade escolar.