GCMs de Carapicuíba são agredidos ao atender denúncia de pertubação de sossego

21947
- Publicidade -

Agentes da cidade vizinha foram recebidos a garrafadas ao dispersar pancadão

A madrugada de Natal, 25/12, foi movimentada para a Guarda Civil Municipal (GCM) de Carapicuíba. O agentes receberam uma série de queixas sobre bailes funk e perturbação de sossego em vários pontos da cidade.

Durante a dispersão dos pancadões, GCM de Carapicuíba apreendeu 25 motos sem placa/ Foto: Redes sociais

Entre os locais onde as denúncias foram atendidas pela GCM, está a rua Geovane Nazaré – conhecida como rua 40, na Cidade Ariston, e a avenida Tancredo de Almeida Neves, na Cohab V. Houve registro também na rua Redenção da Serra – a Comunidade da Segundinha, no Jardim Ana Estela, onde os guardas foram recebidos a garrafadas. “Recebemos inúmeros chamados, a cidade estava um caos”, disse um dos policiais.

No Ana Estela, frequentadores agrediram com garrafas os agentes que chegaram para verificar a denúncia, mas nenhum GCM ficou ferido e ninguém foi preso. Os policiais conseguiram dispersar a multidão e acabar com os pancadões. Durante a ação, 25 motos em situação irregular, sem emplacamento, foram apreendidas.

Viaturas incendiadas e tiros em Santana de Parnaíba

Uma base da Guarda Civil Municipal (GCM) de Santana de Parnaíba foi atacada às vésperas do Natal. O ataque foi no bairro São Pedro, periferia da cidade, onde três viaturas foram incendiadas pouco depois da meia noite de segunda-feira, 23/12.

Chamas atingiram três viaturas da GCM de Santana de Parnaíba/ Foto: Reprodução Rede Globo

Os guardas relataram que dois homens teriam jogado um galão de combustível no muro da base, e atearam fogo. As viaturas que estavam estacionadas próximo da estrutura foram atingidas. Os criminosos também teriam disparados tiros contra a base e depois fugido pela mata. O local passou por perícia e o caso está sendo investigado pela Delegacia Central de Santana de Parnaíba. Até o momento ninguém foi preso.

- Publicidade -