Fórum discute violência contra a mulher e diversidade sexual

155

Evento será realizado na quinta-feira, 24/11, na Câmara Municipal. Palestrantes vão abordar as principais questões ligadas aos dois temas

A Secretaria da Mulher de Barueri promove na quinta-feira, 24/11, mesas temáticas que vão tratar de violência contra a mulher e de diversidade sexual. O evento será na Câmara Municipal, das 13 às 17 horas.

Os palestrantes que falarão sobre o enfrentamento à violência são Sérgio Barbosa (“Filosofia Humana”), Leandro Feitosa de Andrade (“A Psicologia e a Desconstrução do Machismo”), Sueli Amoedo e Maria Gabriela Gabriela Prado Mansur (“Reeducação do Homem Autor de Agressão”) e Tatiane Moreira Lima (“O papel do Judiciário em conjunto com a Rede de Atendimento e seus atores na garantia e efetivação dos Direitos das Mulheres em situação de violência”).violencia2

A diversidade sexual será abordada por Fabiola Santos Lopes (“Política Nacional de Saúde da População LGBT”), Marina Ganzarolli (“Direitos Humanos e Políticas Públicas para população LGBT”) e Márcio Eduardo Carneiro (“Promoção da Desconstrução do Machismo e a Efetivação da Política Pública LGBT”).

A secretária da Mulher de Barueri, Giani Cristina de Souza, considera que esse momento é fundamental para que a sociedade participe dessas reflexões. Para ela, as diversas formas de agressões têm crescido por falta de conhecimento ao tratar o diferente e também pelo preconceito. “Muitas vezes, o preconceito ou até a falta de diálogo leva a violências físicas, psicológicas e emocionais, trazendo mágoas e destruindo pessoas e relacionamentos”, explica a coordenadora de Enfrentamento a Violência Contra Mulher e da Diversidade Sexual, Luciana Ribeiro.

Serviço

Fórum unificado “Enfrentamento à Violência contra a Mulher” (terceira edição) e “Diversidade Sexual” (segunda edição)

Para participar do Fórum, é necessário inscrever-se pelo link https://goo.gl/forms/mYQxEU9vRTTEcVWE2. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone da Coordenadoria de Enfrentamento a Violência contra Mulher: 4706-4046.

Guarda Municipal cria Programa Guardiã Maria da Penha

A Guarda Municipal de Barueri implantou em outubro o Programa Guardiã Maria da Penha, voltado à proteção de mulheres em situação de violência doméstica e familiar. O objetivo é coibir a reincidência de agressões. Para isso, os profissionais que atuam no projeto foram treinados pelas promotoras de justiça do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid). Foram capacitados 20 guardas, mas atualmente o efetivo atuando no programa é composto por 5 guardas e uma viatura.

violencia4Os guardas municipais do Programa Guardiã Maria da Penha realizam visitas semanais a mulheres que estejam sob medidas protetivas concedidas pela Justiça.

A equipe trabalha na fiscalização e no acompanhamento das medidas de proteção solicitadas pelas mulheres, para a garantia de segurança e do direito à não-violência. Entre suas ações estão comunicação da desobediência ao Ministério Público, orientação sobre os direitos assegurados pela Lei Maria da Penha, encaminhamento das mulheres para a rede de atendimento, registro do Boletim de Ocorrência e condução dos agressores aos distritos policiais.

Além do acompanhamento da Guarda, as vítimas são assistidas por psicólogas e assistentes sociais da Secretaria da Mulher.

Telefones de contato

Emergência: 181

Guarda Civil Municipal: 153

[sam_ad id=”20″ codes=”true”]