Estreante Engenho da Gente vai ser criança na avenida

667
- Publicidade -

Escola do Engenho Novo faz sua estreia no carnaval cheia de ambições e focada na comunidade

enngenhodagente1
Escola promoveu atividade para a criançada no bairro antecipando enredo de 2017/Foto:Engenho da Gente

A Engenho da Gente promete transformar a avenida numa mistura de área de lazer com parque de diversões. A proposta do enredo “No reino da alegria e da esperança, o Engenho da Gente volta a ser criança” e falar da infância e da alegria, que é a própria razão de ser do carnaval.

A escola vai fazer sua estreia nos desfiles este ano. Nascida de uma dissidência da Verde Rosa, a agremiação que tem o tigre como símbolo, nasceu em 2015, mas não teve tempo de se apresentar no carnaval do ano passado. Quem liderou o movimento de criação foi Silvio Braga, o Sarna, presidente da entidade. Sarna tem longa experiência no carnaval e era presidente da Verde Rosa no tricampeonato 1998-2000, os três últimos anos antes da paralisação.

engenhosarna
Silvio Sarna: escola em ambição

“Nossa proposta é integrar a escola à comunidade, não apenas no que diz respeito ao samba, mas a todas as atividades”, explica Sarna. “Hoje, boa parte dos nossos integrantes nunca tinha participado de uma escola de samba.”

Por uma questão de prevenção, a Engenho da Gente está inscrita como bloco, mas promete se apresentar como escola. “É por precaução, porque os quesitos para bloco são mais leves e é nosso primeiro ano, mas vamos descer completos”, explica o presidente. Segundo ele, a escola desfilará com cerca de 150 componentes, bateria de 50 ritmistas, 8 alas, incluindo baianas e crianças, além de abre-alas, alegorias e tripés.

Para isso, a agremiação trabalha em parceria com duas co-irmãs, Mocidade Marihá e Ganga. Elas mantém barracão conjunto e compartilham tarefas, reciclam fantasias juntas e dividem até instrumentos. “No atual momento, em que as escolas estão se estruturando, é necessário trabalhar com parceria”, diz Silvio. “Não é o momento de ter rivalidades, de cada um pensar apenas na sua entidade, as escolas têm que ter espírito de carnaval e se apoiar”, diz Sarna.

Não falta ambição para a Engenho da Gente. A escola se imagina uma das maiores da cidade em poucos anos. “Nós pensamos grande, temos um time forte e estamos otimistas”, finaliza o presidente.

Engenho da Gente – Desfila domingo, 26/2, às 16 horas

Ensaios: terças e sábados, às 20 horas

Local: Rua Capitão Francisco César, 711, Engenho Novo (Espaço do Serginho)

Presidente: Silvio Sarna
Direção de bateria: Cleiton Buzu e Jhone
Intérpretes: William, André e Lucimar
Porta-bandeira: Amanda
Mestre-sala: Mauricio

Enredo: No reino da alegria e da esperança, o Engenho da Gente volta a ser criança

Autores do samba-enredo: Valtinho Tato e Comissão de carnaval

Engenho é festa, já tô
No reino encantado de amor
Vem abrir teu coração… vem viver essa emoção
Voltar a ser criança, e o sete pintar… ser palhaço, o rei da alegria
Rodar o pião… de ciranda brincar
Passar anel… pra um beijo seu ganhar

(2X)
Vou navegar num barco de papel
E jogar bolha de sabão no ar
Vou bater cara no pique esconde
Me diz aonde eu vou te encontrar

Ilusão… voar na cauda do cometa
Viajar no arco-íris, nas cores do meu pavilhão
No tabuleiro da vida… posso ser rei ou peão
Num conto de fadas… herói ou vilão
Chegar ao futuro, meu sonho de aprendiz
Ser super-homem… despertar a infância adormecida
e ser mais um feliz da vida
A alegria está no ar…
Taí, o Engenho chegou

- Publicidade -