Empresário é sequestrado em SP e morto em Barueri

266

Dono de um estacionamento de caminhões foi rendido por um trio de bandidos e trazido para a Estrada dos Altos, onde foi executado

Um empresário paulistano foi sequestrado em sua empresa, na zona sul de São Paulo, trazido para Barueri e executado na estrada Dr. Cícero Borges de Morais (Estrada dos Altos). Luiz Carlos Santos, de 63 anos, foi feito refém na manhã de domingo no estacionamento de caminhões que mantinha na avenida Miguel Yunes, região de interlagos, zona sul de São Paulo. Dali, os bandidos o trouxeram a Barueri, onde ele foi morto.

O crime foi praticado pelo trio Luis Carlos da Silva, Edson Barbosa Martins e Williana Alves da Silva. Eles renderam um caminhoneiro que chegava para estacionar, entraram no local e capturaram o empresário. Antes, roubaram objetos e equipamentos eletrônicos da casa da vítima, que fica no mesmo terreno do estacionamento. Mas o que poderia ser um sequestro era, na verdade, uma execução.

Bandidos rodaram quase 50 quilômetros para executar empresário/Foto: Google Mapas
Bandidos rodaram até Barueri para executar empresário/Foto: Google Mapas

Horas depois, GCMs que patrulhavam o Alto do Mirante suspeitaram dos três ocupantes de um Monza que circulava pela região. Durante a abordagem, apreenderam quatro armas e objetos que pareciam roubados. Depois de buscas, os guardas encontraram o empresário baleado numa mata próxima dali. Ele chegou a ser levado para o Hospital Regional de Osasco, mas acabou morrendo.

Com o trio havia televisões e instrumentos musicais e um equipamento que registra imagens de câmara, todos tirados da casa da vítima. Eles disseram que foram pagos para assassinar o empresário.

Segundo a filha de Luiz Carlos, a família andava preocupada com a segurança do pai. Ele vinha recebendo ameaças para que deixasse o estacionamento. A área de 50 mil metros quadrados está avaliada em R$ 60 milhões, mas é alvo de uma disputa judicial.