Deslizamento ameaça casas do Parque Esmeralda

2772

Chuvas constantes provocaram deslizamento de terra e deixaram quatro casas penduradas numa encosta. Não há vítimas.

As chuvas constantes dos últimos dias provocaram o deslizamento de uma encosta no Parque Esmeralda, região do Jardim Paulista, na tarde deste sábado, 21/1. A terra sob um conjunto de quatro casas na rua Onix começou a ceder por volta das 14 horas, deixando as construções praticamente sem apoio.

d88c3ef0-cc48-4c5a-9217-0e211cb6a4b9
Rua Ônix, no Parque Esmeralda – Imagem: Elisângela Guedis Siqueira

De acordo com vizinhos, um dos imóveis atingidos tinha uma infiltração que piorou com a chuva constante.

A Defesa Civil foi acionada e, com a ajuda da Guarda Municipal, isolou a área e desocupou os imóveis sob risco. Os moradores se deslocaram para as casas de amigos e parentes. O Corpo de Bombeiros cobriu a encosta com lonas para reduzir o efeito da chuva sobre a terra e diminuir o risco de aumento da erosão.

Na parte de baixo do barranco, que dá para a rua Quartzo,  não havia construções, apenas um muro de arrimo que foi soterrado pelo deslizamento. Segundo a Defesa Civil, há grande risco de que as casas desmoronem.

Com as chuvas intensas e contínuas, a terra das encostas fica encharcada e pesada, propiciando o desabamento de grandes volumes de lama. Eventuais infiltrações podem aumentar o risco de  deslizamentos.

Alagamentos

283fc2b9-6a81-4039-bb5a-a5cb91db9f2c
Rua das Adálias, Jardim Flórida – Imagem: Facebook

Foram registrados alagamentos em três pontos da cidade. No Jardim Maria Helena, a água do rio Cotia voltou a subir na avenida Bariloche e na rua Florianópolis mas, como aconteceu na quinta-feira, não invadiu as casas.

No Jardim Flórida, a rua das Adálias também ficou submersa. Segundo moradores e comerciantes, o nível da água chegou a cerca de 10 centímetros nas casas e estabelecimentos comerciais. A vizinhança atribui a inundação a uma obra da estrada dos Altos que teria sido feita sem galerias de escoamento.

No centro, a avenida D. Pedro II foi alagada, sem atingir o interior dos imóveis.

009389c2-2cd0-421d-af72-6b494f689841
Av. D. Pedro II, no centro – Imagem: Renata Cristina