Crime no Camargos: autor é reincidente em agressão contra mulher

1875

Há seis anos, Valdir tentou matar um adolescente que impediu que ele agredisse uma mulher
Não foi a primeira vez que Valdir Gomes de Lima, que matou com pontapés e socos Maria Salvadora Dias de Oliveira em um bar no Parque dos Camargos no último domingo, agiu violentamente.

Valdir está em prisão preventiva

O agressor já cumpriu pena por ter tentado assassinar um adolescente que o impediu de atacar outra mulher na Vila Márcia, também em um bar de Barueri, em 2013.
Na época, após testemunhar Valdir empurrar e agredir a mulher, o jovem, de apenas 15 anos, entrou em luta corporal com o agora assassino confesso de Maria Salvadora, de 37 anos.

Segundo familiares que testemunharam a agressão e tentativa de homicídio – crime pelo qual foi condenado na época – depois de contido, Valdir teria ido embora do estabelecimento e retornado logo depois com uma arma de fogo – seguindo o mesmo padrão visto no crime atual, de fugir após agredir a vítima.

Relatos de testemunhas, à época, contam que “ao retornar, ele [Valdir] demonstrava um comportamento ainda mais agressivo, efetuando diversos disparos em direção à residência do rapaz” – localizada ao lado do bar.

Para não ser baleado, o adolescente – que estava acompanhado de dois irmãos – precisou trancar as portas e apagar as luzes da casa. Ao ver a sombra do jovem através de uma das portas, Valdir não teria hesitado em atirar novamente. Apesar dos disparos, ninguém ficou ferido. O agressor foi condenado pela tentativa de homicídio contra o adolescente.

O estabelecimento comercial seria de uma prima do jovem que, com medo de possíveis retaliações de Valdir, que hoje tem 50 anos, preferiu não abrir mais o local, que permanece fechado até hoje.