Comerciante estaria em transação financeira quando foi morto

4625
- Publicidade -

Uma mulher, de 32 anos, disse à polícia que estava no local para entregar um valor em dinheiro à Marcos. A quantia não foi localizada

O Barueri na Rede noticiou a morte do comerciante Marcos Aurélio Momi Malaquias, de 30 anos, na tarde da última terça-feira, 14/1, no Jardim São Silvestre (relembre). Marcos, que foi baleado por um homem em uma motocicleta, teria pego uma quantia em dinheiro no local do crime, na rua Piracicaba, com uma mulher de 32 anos.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), testemunhas informaram que o comerciante estava dentro de um veículo Hyundai Azera, quando uma motocicleta passou pelo local e um dos homens atingiu Marcos com disparos.

Ainda de acordo com informações da SSP, uma mulher, de 32 anos, contou que estava no local do crime para entregar uma quantia em dinheiro à Marcos, quando os autores chegaram. Mais cedo, nas Redes Sociais circulavam boatos de que Marcos teria vendido um apartamento e anunciado a venda em um grupo de Facebook e foi ao local para buscar o dinheiro da venda.

A vítima chegou a ser socorrida ao pronto-socorro Central (Sameb), mas não resistiu aos ferimentos. A quantia em dinheiro não foi localizada pelos policiais. Já o celular de Marcos foi apreendido e encaminhado à perícia.

O caso foi registrado como homicídio e furto pela Delegacia de Barueri, que investiga os fatos.