Começa demolição de concha, ginásio e teatro no Boa Vista

3567
- Publicidade -

Concha acústica foi derrubada nesta quinta-feira, 19/7. Ginásio e teatro também serão demolidos

concha1
Primeiro equipamento a ser demolido foi a concha acústica, nesta quinta-feira/Fotos: BnR

A prefeitura começou na manhã desta quinta-feira, 19/7, a demolição das instalações públicas da Vila Boa Vista para a construção de um novo centro cultural. O trabalho das máquinas começou pela concha acústica, que já foi posta abaixo. Também serão demolidos o ginásio Sérgio Honda e o Teatro Municipal de Barueri (TMB).

A administração municipal pretende construir um centro cultural no local que abrigará a Secretaria de Cultura, um novo teatro e espaços para exposições e atividades das oficinas de arte. Na justificativa do projeto, a prefeitura afirmou que o teatro ficou pequeno para o porte das atrações que ele tem recebido.

O TMB foi construído em 1992 e tem capacidade para 600 lugares. O projeto é do arquiteto barueriense Edison Massakatu Goto e por seu palco passaram figuras como os atores Denise Fraga, Paulo Autran, Gloria Menezes e Paulo Guarnieri, os músicos Chico César e Renato Teixeira, e orquestras e companhias como a Bachiana, do maestro João Carlos Martins, a Jazz Sinfônica e o grupo Cisne Negro de balé.

O anúncio da demolição dos equipamentos públicos provocou protestos de artistas e usuários. Foram realizados atos pedindo a suspensão da demolição desde que ela foi anunciada, no ano passado.

Em resposta ao Barueri na Rede, a prefeitura não detalhou a agenda das demolições. No momento, o teatro tem atrações agendadas até 27 de julho. A inauguração do polo cultural, chamado de Praça das Artes, deve ocorrer em março de 2020. 

O projeto do centro cultural já está sendo realizado pelo escritório do arquiteto Ruy Ohtake. idealizador de mais de 300 projetos do gênero no Brasil e no exterior.

- Publicidade -