Tumulto na estação Antônio João da CPTM causa pânico em passageiros

3276
- Publicidade -

Caso ocorreu na noite de quarta-feira, 19/2. De acordo com a companhia, grupo de pessoas apedrejou trem que seguia para Itapevi

Na noite de quarta-feira, 19/2, um tumulto em um trem da CPTM, na estação Antônio João, da linha 8 – Diamante causou pânico entre os passageiros. De acordo com relatos de leitores, se ouviam gritos de arrastão e barulhos de bomba.

Ao Barueri na Rede, passageiros contaram que pouco antes das 20 horas começou um tumulto em um trem que circulava entre as estações Barueri e Antônio João, com destino à Itapevi. Os leitores ainda relatam que, de repente, as pessoas correram ao mesmo tempo em direção ao último vagão do trem, aos gritos, dizendo ser um arrastão, e com barulho parecidos com bombas e tiros.

O BnR entrou em contato com a CPTM para saber a origem do tumulto, que em nota, disse que um grupo de pessoas apedrejou as janelas de um trem que partia da estação Antônio João, sentido Itapevi, causando pânico nos passageiros, que acionaram o botão de emergência.

A nota afirma ainda que a composição foi esvaziada na estação de Barueri e recolhida para inspeção, sem danos aparentes. Não houve feridos e as pessoas voltaram a embarcar nos trens seguintes. A GCM e PM estiveram no local, atendendo às ligações de passageiros, mas não houve detidos e imagens são analisadas para identificar os suspeitos.

A CPTM informa ainda que lamenta o ocorrido e que não compactua com qualquer desvio de conduta que impeça o direito de ir e vir do passageiro. A companhia alega também, que tem sido alvo constante de protestos de ambulantes contra a fiscalização do comércio irregular na região.

 

- Publicidade -