Para seletiva na Bolshoi, mãe cria vaquinha online para filha bailarina

1028

A pequena Kiara Frazão, que mora na Aldeia de Barueri, foi selecionada para 1ª fase na Escola Bolshoi, mas a família não tem condições de custear a viagem

Kiara Frazão tem 10 anos e sonha em ser bailarina profissional/Foto: Arquivo pessoal

A família de Kiara Frazão, de 10 anos, criou uma “vaquinha” online para a jovem participar em outubro da seletiva da Escola do Teatro Bolshoi, em Joinville – SC, uma das maiores escolas de balé do mundo. Kiara é bailarina e em julho foi selecionada para a primeira fase para ingressar na Bolshoi.

Sem condições para custear os três dias de seletiva da filha, a mãe Elizabeth Frazão, resolveu criar uma vaquinha para realizar o sonho de Kiara. “Após ficar mais de dois anos desempregada e recebendo ajuda financeira da minha mãe, comecei a trabalhar a 20 dias com salário de R$ 1 mil. Com aluguel e todas as contas, não consigo custear o sonho dela”, lamenta Elizabeth. Com isso, surgiu a ideia de uma vaquinha online.

Kiara é filha de pais separados e tem quatro irmãos por parte de pai. Ela mora com a mãe em uma kitnet na Aldeia de Barueri. A jovem conheceu o balé clássico aos quatro anos em uma escolinha de ensino regular, onde tinha aulas uma vez por semana. A professora de Kiara viu talento na garota e aconselhou Elizabeth a colocá-la em uma escola de balé.

“Mudamos para Barueri em 2016 e não tinha nenhuma condição de pagar uma escola de balé. Foi quando, com muita insistência, pedi uma bolsa no Beth Ballet no Alphaville. Lá ela dançou com bolsa de estudos todo ano de 2017”, conta a mãe de Kiara. Segundo ela, naquele ano, para o espetáculo de fim de ano, também fez uma vaquinha para pagar o figurino da filha.
Elizabeth relembra ainda que, em outros momentos, mães de amigas de Kiara ajudaram com dinheiro de passagem e lanche, para que a filha não parasse com o balé. “Sou grata a essa ajuda fundamental no momento que achei não vai dar mais”, agradece. Pouco tempo depois, Elizabeth conheceu o Núcleo de Dança de Barueri, do qual Kiara foi aprovada.
Sobre a expectativa de Kiara, a mãe é contundente: “Ela está ansiosa para a seletiva, mas apreensiva por não saber se terá o dinheiro pra custear os três dias”. Elizabeth ressalta a paixão da filha pelo balé clássico e revela que o maior sonho de Kiara é ser bailarina profissional e dançar pelo mundo.
A vaquinha online para ajudar a custear a viagem de Kiara a Joinville tem o objetivo de R$ 3 mil e até o momento R$ 480. Quem quiser contribuir, basta acessar o link aqui.