Oscilações de energia atingem bairros e irritam moradores

2498
- Publicidade -

O principal atingido é o Parque Viana, mas outros bairros como Jardim Audir, Aldeia e Centro também sofrem

Por Ingrid Miranda

Nas últimas semanas, o Barueri na Rede vem recebendo inúmeras reclamações de moradores sobre frequentes quedas de energia em vários bairros da cidade. Um dos locais mais prejudicados e com maior frequência de oscilações é o Parque Viana, porém outros bairros como Jardim Audir, Aldeia de Barueri e Centro também foram alvos de queixas sobre o problema.

Segundo Adriel Lucas, morador da rua Flora, no Parque Viana, o bairro sofre com o transtorno há pelo menos quatro anos. “É normal acabar a energia muitas vezes ao dia aqui [no Parque Viana] e demorar a voltar. Às vezes, passam dois ou três meses sem ocorrências. Quando tentamos entrar em contato com as autoridades, nos dão apenas um prazo para a manutenção, como se fosse um problema cotidiano”, desabafa o leitor ao BnR.

Outra reclamação dos moradores da cidade é que, sempre que chove muito, alguns pontos ficam sem energia. No último feriado de ano novo, inúmeros bairros sofreram com uma grande queda de energia durante a virada de ano. No Bethaville, a energia caiu durante o vendaval e só foi restabelecida 25 horas depois (relembre o caso).

Ainda segundo o morador do Parque Viana, alguns vizinhos parecem conformados com o problema e não sabem a quem recorrer. “Na minha casa ainda não tivemos prejuízos financeiros. Na semana passada, a energia acabou e voltou algumas vezes durante o dia, até que em um determinado momento, acabou de vez. Alguns vizinhos já foram lesados pela frequente queda de energia, tendo prejuízos de aparelhos eletrônicos”, revela Adriel.

A fragilidade da rede de fornecimento de energia elétrica no município parece evidente. Outros moradores reclamam que sempre que chove, acaba a energia em locais como o Centro, Jardim Audir e na Aldeia de Barueri. “Moro em um condomínio no Centro e toda vez [que chove], ficamos sem energia e sem elevador. As crianças, idosos e grávidas são os mais prejudicados com elevadores parados”, relata a moradora.

Procurada pelo BnR, a empresa responsável pelo fornecimento de energia ao município, AES Eletropaulo, informou que causas ambientais, como queda de árvores e galhos, estão entre os principais motivos de tantas ocorrências. No caso do Parque Viana, para a melhoria contínua no fornecimento de energia, a concessionária afirmou que faz periodicamente podas em árvores localizadas em trechos do circuito que atende à região, e que ainda “estão previstas para este semestre, manutenções de termovisão, que permitem um melhor monitoramento e a manutenção preventiva da rede elétrica”.

Já à prefeitura, por meio da Secom, o BnR perguntou se havia algum serviço que pudesse ajudar com a resolução do problema, mas até o momento da publicação dessa reportagem, não obteve resposta.

- Publicidade -