Maternal do Jardim Audir está sem água desde sexta-feira

999

Com isso, não é possível fazer a comida para as crianças e o uso dos banheiros é crítico

Crianças teriam almoçado maçãs nesta segunda-feira, 17/6/Foto: Arquivo pessoal

A EMM Egle Aparecida Rodrigues Campos, no Jardim Audir, está sem água desde sexta-feira, 14/6. A situação na maternal tem prejudicado alunos e funcionários, que não podem dar descarga nos banheiros ou fazer comida para as crianças.

“Hoje [17/6] no almoço, as crianças comeram maçã, no lanche estão comendo melão. Não vai ter comida para o período da tarde”, informou uma testemunha que não quis ser identificada ao Barueri na Rede.

De acordo com fontes ouvidas pelo jornal, a bomba da caixa d’água da escola está quebrada. “Hoje eles pediram um caminhão pipa às 8 horas, mas até agora nada”, contou, do meio da tarde desta segunda-feira, 17/6.

Falta de água atingiu também os banheiros da maternal/Foto: Arquivo pessoal

Ao Barueri na Rede, a direção da maternal disse que a unidade não está sem água, mas confirmou que a bomba da caixa d’água está quebrada desde quinta-feira, 13/6. Dessa forma, a escola solicita um caminhão pipa para abastecer a unidade por um dia. Uma cotação para o conserto da bomba já foi feita.

O BnR também procurou a prefeitura de Barueri sobre o caso, mas não obteve respostas até o fechamento desta reportagem.

Outros problemas

Em setembro do ano passado, a mesma escola teve problemas com um dos elevadores, que não funcionavam desde o início do ano (leia mais) por falta de manutenção e que posteriormente despencou do primeiro andar (relembre).

Ainda no ano passado, em dezembro, bandidos furtaram cabos de energia da maternal (leia). E em fevereiro deste ano, mães da unidade cobraram por ventiladores no local devido a exposição das crianças calor intenso no período em questão (relembre).