Incidente grave com cerol alerta para riscos de pipas

2248
- Publicidade -

Caso com menino de nove anos reforça necessidade de cuidados com a brincadeira, principalmente nas férias

Durante as férias escolares, período em que crianças e adolescentes costumam soltar pipas pelas ruas da cidade, a atenção acaba sendo deixada de lado na hora de empinar, ou correr atrás da pipa, o que aumenta o risco de acidentes. Julho é o mês ideal para o brinquedo pois, além das férias, tem baixo índice de chuvas e ventos moderados.

Recentemente, o HMB atendeu ao caso de João Victor Valverte, de nove anos, que sofreu um corte profundo no pescoço e no ombro esquerdo por linha de cerol. O garoto ia de bicicleta para a casa da avó quando, no caminho, ficou enroscado na linha da pipa.

De acordo com informações, o caso de João Victor ocorreu na divisa de Barueri com Jandira. O menino recebeu o primeiro socorro da guarda de Jandira e, em seguida, foi encaminhado para o Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran. João Vitor precisou passar por uma cirurgia de reconstrução dos tecidos dos órgãos afetados.

Em 2015, foi realizada campanha para a prevenção de acidentes com linhas de cerol, uma mistura de cola e vidro moído aplicada na linha chilena, feita com componentes de alumínio e quartzo. Desde então, não foram registrados casos graves na área da saúde, Secretaria de Segurança e Corpo de Bombeiros.

Porém, o caso de João Victor reacende um alerta quanto aos cuidados ao soltar pipas, tanto para quem está participando da brincadeira como para pedestres e motociclistas. Para proteger os motociclistas, foi criada a antena corta-pipas, obrigatória somente para motos destinadas ao transporte remunerado. A antena é um método seguro e eficaz, além der acessível e poder ser instalada pelo próprio condutor.

Outro alerta é referente a acidentes e danos envolvendo pipas com o sistema elétrico. Segundo a Eletropaulo, em 2017 sete acidentes envolvendo pipas na rede elétrica ocorreram em toda a área de concessão da distribuidora, que abrange 24 municípios. Em Barueri não houve registros. Dos sete acidentes registrados no ano passado, quatro foram no período de férias escolares, ou seja, nos meses de janeiro, julho e dezembro.

Confira alguns cuidados:

– Não usar linha com cerol;
– Cerol pode causar ferimento nos ciclistas e motoqueiros;
– Não soltar pipa nas proximidades de rede de energia;
– Caso enrosque no fio, não tentar remover a linha com a pipa;
– Não encostar com galho ou vara na fiação;
– Não correr pela rua atrás de pipa, cuja linha arrebentou, evitando desta forma o risco de atropelamento;
– O ideal é que os pais proporcionem aos filhos segurança;
– As crianças devem soltar pipas em terrenos abertos ou parques;
– Em caso de imprevisto, ligar para a Concessionária de Energia e informar caso haja risco. O telefone da Eletropaulo para emergência é o 0800 72 72 196
– Solicitar auxílio dos Bombeiros, através do 193.

 

 

 

- Publicidade -