Engenheiro da prefeitura é morto a tiros em São Paulo

4714
- Publicidade -

Gilberto Kiyoshi Kakazu, de 68 anos, trabalhava há um ano como fiscal técnico da Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo

Gilberto trabalhava há um ano como fiscal técnico na Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo de Barueri/Foto: Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo de Barueri

O engenheiro civil Gilberto Kiyoshi Kakazu, de 68 anos, foi morto a tiros às 6h03 de segunda-feira, 28/10, na rua Manuel Garcia, na Casa Verde, zona norte de São Paulo. Ele atuava como fiscal técnico da Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo de Barueri.

Policiais Militares foram acionados para ocorrência de disparo de arma de fogo. Ao chegarem no local, encontraram Gilberto caído no chão e ensanguentado. O Corpo de Bombeiros também foi acionado e encaminhou a vítima ao Hospital Geral de Vila Nova, onde o engenheiro já chegou morto.

Imagens de câmeras de segurança flagraram Gilberto caminhando na via quando um indivíduo desceu de um Fiat Palio e efetuou dois disparos contra o engenheiro. A Polícia Civil investiga o caso. Foi solicitado perícia ao local. O caso foi registrado como homicídio qualificado no 13º DP (Casa Verde).

A prefeitura de Barueri divulgou uma nota lamentando a morte do engenheiro, que atuava como fiscal técnico na Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo há um ano. “A municipalidade deseja, neste momento difícil, que sejam abraçados e confortados seus amigos e familiares, a quem se coloca à disposição para todo o auxílio que se fizer necessário”, afirma a nota.

- Publicidade -