Covid-19: Trabalhadores de Barueri se queixam de falta de liberação

10364
- Publicidade -

Servidores, comerciantes e funcionários de empresas baruerienses temem avanço do coronavírus e reclamam de falta de orientações e liberação para ficar em casa

Servidores da prefeitura e funcionários do comércio e empresas baruerienses estão preocupados com o avanço do coronavírus (Covid-19) na cidade. Eles se queixam de falta de orientações e da não liberação para ficar em casa.

“Minha mãe é do grupo de risco. Ela só tem um rim e o que sobrou é prejudicado. Está muito gripada pra piorar e continua trabalhando normalmente”, relata uma moradora do Jardim São Luís ao Barueri na Rede. Ela explica que o bairro é cheio de empresas e que essas estão funcionando sem interrupções, mesmo com a pandemia do coronavírus.

Após a recomendação do governo estadual de fechar shopping centers nesta semana (leia aqui), circulou nas redes sociais uma imagem de lojistas do Parque Shopping Barueri alegando que a unidade estaria ‘se recusando a parar’ e fechar as portas. Funcionários do administrativo já estariam trabalhando de casa e lojistas abrindo normalmente.

“Um absurdo, falta de respeito com todos os lojistas”, afirmou uma funcionária de loja do shopping ao BnR. Ela explicou que hoje, 20/3, algumas lojas fecharam e outras continuam abertas. “Estou trabalhando normalmente, só reduziram a carga horária”, conta. 

Circulou um comunicado (à esquerda) nas redes sociais de que o Parque Shopping Barueri estaria se recusando a parar. Na manhã desta sexta, 20/3, um cartaz da administração (à direita) colocou a responsabilidade de fechar estabelecimentos do shopping aos lojistas/Foto: Barueri na Rede

A empregada contou que ao chegar para trabalhar nesta sexta-feira, 20/3, havia aviso nas portas das lojas informando que a administração do shopping deixou a decisão de fechar estabelecimentos ou operar em outros horários aos lojistas, ‘sem qualquer responsabilização’, mantendo o acesso comum ao shopping e com medidas de higienização reforçadas. “Tem muitas lojas fechadas”, ressaltou a funcionária ao BnR.

“Chega ser um absurdo o shopping aberto e quando for amanhã pode apostar que vai ter família circulando por lá”, indagou uma mãe de funcionário do Parque Shopping Barueri.

Servidores da prefeitura procuraram o BnR e reclamaram da falta de orientações e informações sobre a interrupção de serviços, como Zoonoses, Demutran, Fiscais, e outros, devido Covid-19.

Nas redes sociais, moradores pedem o fechamento do comércio da cidade. “Barueri com o comércio tudo aberto e o povo circulando livremente”, relatou uma internauta. “Comércio aberto, povo animado nas ruas, shopping só esperando o vírus espalhar…”, indagou outro. “Passei pela rua do comércio do Barbosa, as pessoas estão agindo como se nada houvesse. Andando, tomando sorvete, a prefeitura tem que fazer as pessoas saírem das ruas”, questiona uma terceira.

Em live do Facebook feita na manhã desta sexta-feira, 20/3, o prefeito Rubens Furlan fez um apelo para que os comerciantes da cidade fechem seus estabelecimentos ou restrinjam o atendimento (leia mais). De acordo com o prefeito, por enquanto ele está fazendo um apelo de conscientização, mas caso seja necessário, decretará o fechamento do comércio na cidade.

O BnR procurou a administração do Parque Shopping Barueri, a General Shopping & Outlets Brasil, que informou por meio de sua assessoria que ‘não irá comentar o assunto’. Já sobre a situação de servidores, a prefeitura não respondeu aos questionamentos, embora o Furlan tenha adiantado na live desta manhã que há funcionários trabalhando nos prédios da prefeitura e outros remotamente de casa.

Até o momento, a cidade mantém o número de registros confirmados em quatro, além de 17 descartados e 77 em investigação com isolamento.

- Publicidade -