Casal é preso em Mato Grosso após roubo de relógios e joias em Barueri

1335
- Publicidade -

Ladrões roubaram objetos avaliados em R$ 400 mil da loja 18K Ronaldinho

Foto: Divulgação PM

Um casal foi preso na quarta-feira, 16/1, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, Mato Grosso, com relógios e joias roubados da loja 18K Ronaldinho de Barueri. Foram encontrados com Altair Moreira da Silva Monteiro, de 31 anos, e Solanyara Angélica Pereira Guimarães, 29, relógios, brincos, anéis e correntes avaliados em R$ 400 mil.

Testemunhas informaram a Polícia Militar que dois homens estariam em um posto de combustível da avenida Júlio Campos vendendo relógios de origem ilícita. Com eles, foram encontrados 20 relógios da marca 18K Ronaldinho, do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. Questionados sobre a origem dos produtos, um dos suspeitos disse ter pego a mercadoria de Altair como forma de pagamento e que ele estaria com mais produtos.

Com apoio de outras viaturas, foi solicitado um encontro com Altair. A PM encontrou com ele mais 30 relógios da marca. Ele relatou que seria sócio da loja furtada em Barueri e que havia mais produtos da loja em sua casa. Na residência de Solanyara, foram localizados outros produtos e dois aparelhos eletrônicos. Ao todo, foram 148 relógios, 80 brincos, quatro anéis e 125 correntes apreendidos.

O roubo à loja de Ronaldinho Gaúcho em Barueri ocorreu durante as festas de fim de ano. A empresa entrou de recesso no dia 28/12 e ao retornar às atividades no dia 2/1, notou que foram roubados um laptop, dois desktops, caixas de relógios e diversas semi-joias. A PM de Mato Grosso conseguiu recuperar parte dos produtos levados.

As imagens do circuito interno flagraram Altair roubando. Ele prestava serviços de informática na empresa e tinha livre acesso ao local.

- Publicidade -