Barueri é quarta cidade que mais investe em saúde no País

2480

Segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM), a cidade investe R$ 2,3 mil por habitante

Se o grande desafio e causa de reclamações da administração pública em Barueri é a saúde, o problema não é falta de investimento. Pelo menos é o que aponta a análise do Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgada na segunda-feira, 21/1, sobre as despesas por habitante aplicadas na área pelos municípios brasileiros. De acordo com o levantamento, Barueri investe R$ 2,3 mil ao ano por morador, o que coloca a cidade em quarto lugar entre as que mais investem no setor no país.

O estudo foi estruturado a partir das Ações e Serviços Públicos da Saúde (ASPS) declaradas durante o ano de 2017 no Sistema de Informações sobre os Orçamentos Públicos em Saúde (Siops), do Ministério da Saúde. A partir das informações é calculado o valor gasto por habitante na área da saúde. No país, a média é de R$ 403,37 por habitante.

Segundo a análise, Barueri destina, anualmente, R$ 2, 3 mil por morador e ocupa o quarto lugar no ranking. Em primeiro lugar aparece Borá, em São Paulo, com R$ 2,9 mil; seguido por Serra da Saudade, em Minas Gerais, com R$ 2,76 mil; e Paulínia, também em São Paulo, em terceiro lugar, com R$ 2,75 mil.

Se comparada com as cidades vizinhas, Barueri foi a única da Região Oeste de São Paulo na lista das 20 cidades que mais investem na saúde. Em Santana de Parnaíba, são investidos por ano R$ 1.045. Em terceiro está Osasco, com R$ 683; seguida por Pirapora do Bom Jesus, com R$ 521,61; e Itapevi, com R$ 506,71. Na cidade de Cotia, o valor gasto é de R$ 410,77. Os dois municípios vizinhos com menor investimento são Jandira, com R$ 227, e por último, Carapicuíba, com R$ 181,22.