Chuvas voltam a alagar ruas do Jardim Maria Helena

3302
- Publicidade -

Cheia no rio Cotia ameaçou repetir a grande enchente de janeiro do ano passado, mas nível das águas baixou rapidamente

A ruas centrais do Jardim Maria Helena voltaram a ficar sob as águas na tarde desta quinta-feira, 19/1. Não houve vítimas nem foram registrados danos materiais. Nenhuma casa foi invadida.

enchente-1
Avenida Bariloche novamente sob as águas

Segundo a Defesa Civil de Barueri, o causa do alagamento foi excesso de chuva no município de Cotia. Isso sobrecarregou o rio Cotia que corta o Maria Helena na divisa com Carapicuíba.

O departamento vinha monitorando a situação, o que permitiu antecipar a ação no local e acionar o Demutran a tempo de isolar as ruas do bairro antes do alagamento. “Graças a isso pudemos evitar inclusive danos a veículos de moradores”, relatou o subinspetor Leal. Ainda de acordo com o subinspetor, na região é comum as pessoas jogarem entulho e lixo nas margens do rio, o que diminui a sua capacidade de vazão e facilita a ocorrência de enchentes.

O nível da água permaneceu alto por cerca de duas horas e rapidamente baixou com o término das chuvas na cabeceira do rio Cotia.

- Publicidade -