Barueri recebe doações de máscaras e fabrica protetores faciais

361
- Publicidade -

Ao todo, cidade recebeu mais de 12 mil equipamentos de proteção individual

Barueri vem recebendo, desde o início da quarentena, doações de equipamentos de proteção individual (EPIs) para os profissionais da rede pública de saúde na cidade. Ao todo, já foram doados mais de 12 mil protetores faciais.

Na últimas semanas, nos dias 28 e 29/4, a cidade recebeu a doação de 100 máscaras de proteção facial do modelo viseira da escola Castanheiras, localizada no Tamboré, em Santana de Parnaíba, que foram fabricadas em impressoras 3D. A empresa Nestlé, com unidade em Barueri, também realizou a doações de 10 mil máscaras descartáveis aos profissionais da saúde.

Além disso, a cidade passou a confeccionar protetores faciais em impressora 3D para maior proteção dos funcionários da saúde. A ação é uma parceria do Centro de Inovação e Tecnologia de Barueri (CIT), com empresas como Orange Maker, My Robot School e Assinco.

De acordo com a administração municipal, a Orange Maler doou uma impressora 3D, além de fornecer apoio técnico, o projeto de confecção, impressão de logotipos e a doação de 50 protetores faciais do mesmo modelo. A My Robot School doou o material para a fabricação de outros 100 protetores, enquanto a Assinco Informática produziu mais de 170 suportes e está confeccionando peças para doação à cidade.

Os materiais para a fabricação dos protetores são o filamento PLA (ácido polilático), que é utilizado para a produção do suporte do protetor, elásticos de 15 ou 20 milímetros e as chapas de Pet-g/acetato ou PVC, que são aplicadas na proteção do rosto dos médicos, auxiliares e enfermeiros.

Quanto aos protetores faciais, até o momento, já foram entregues 15 protetores faciais ao Pronto Socorro Arnaldo de Figueiredo Freitas, no Parque dos Camargos, 90 unidades para a Secretaria de Saúde da cidade e 25 unidades para a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SDPD).

 

 

- Publicidade -