Falta de pagamento pela prefeitura suspende coleta de lixo na cidade

268
- Publicidade -

Coleta de lixo está paralisada desde o final de semana. Aterro sanitário está fechado e todas as regiões da cidade foram afetadas.

Lixo acumulado pelos bairros, na ordem Audir, Parque dos Camargos, Recanto Phrynea, Silveira e Tupancy

Pelo menos desde sábado, 3/9, a coleta de lixo está paralisada em diversos bairros de Barueri. O aterro sanitário particular, localizado em Santana de Parnaíba, que é utilizado para descarregar o lixo recolhido em Barueri, está fechado para caminhões da cidade. A prefeitura alega problemas administrativos e funcionários do aterro falam em falta de pagamento.

Leia também: Prefeitura e empresa entram em acordo e coleta de lixo domiciliar é retomada

Jardim Maria Helena, no feriado de 7/9
Jardim Maria Helena, no feriado de 7/9

Na terça-feira, 6/9, o Barueri na Rede começou a receber reclamações de leitores de várias regiões do município de que os caminhões coletores não estavam recolhendo o lixo residencial. Eram moradores do Jardim Paulista, São Pedro, Parque Viana, entre outros bairros.

Alertado, o BnR visitou esses e outros bairros no feriado e constatou que as reclamações eram procedentes. Moradores do Jardim São Pedro, onde os caminhões passam todos os dias, afirmavam que não houve recolhimento essa semana. O mesmo foi apurado no Parque dos Camargos, onde a visita acontece às segunda, quartas e sextas.

Procurada, a prefeitura mandou uma nota, quinta-feira, 8/9, por meio da Secretaria de Comunicação:

“A coleta de lixo ficou prejudicada em função de que, por problemas administrativos, o aterro sanitário (no município de Santana de Parnaíba) ficou impossibilitado de receber os resíduos de Barueri.

A previsão é de que até amanhã o serviço de coleta na cidade retorne à operação.”  

No entanto na manhã dessa sexta-feira, 9/9, o lixo ainda se acumulava nas ruas de Barueri. Moradores do Boa Vista, Vila  Barros, Vila Porto, Maria Helena e Tupancy, relatavam a continuidade do problema.

A Tecipar, proprietária do aterro, não se pronunciou oficialmente, porém funcionários da empresa informalmente relataram que o aterro está fechado apenas para o lixo proveniente de Barueri e que o fato se deveria à falta de pagamento pela prefeitura.

[sam_ad id=”17″ codes=”true”]

- Publicidade -