Alunos de primeiro ano ficam sem uniformes

1347
- Publicidade -

Crianças da pré-escola, 1º ano do fundamental e ingressantes na rede municipal ainda não receberam os kits

Por: Caroline Rossetti

Durante o fim de semana, o Barueri na Rede recebeu reclamações de pais de alunos da rede municipal sobre a não entrega de uniformes na reunião de início de ano, que ocorreu no sábado, 2/2. Os relatos são de que a falta dos kits atingiu estudantes da pré-escola, do 1º ano do fundamental e os ingressantes.

Em vídeo publicado por Furlan no fim do ano passado, caixas de uniformes para 2019 aparecem em galpão de armazenamento/ Fotos: Redes sociais

No Parque Imperial, as pré-escolas não receberam os conjuntos de uniformes, que contam com camisetas, shorts, blusas e meias. A informação, que foi passada para os pais, é de que houve um atraso de logística e que eles devem aguardar, pois não há previsão de entrega.

Na Emef Ivani Maria Paes, na Vila Boa Vista, que começa a atender os alunos do fundamental um neste ano, os alunos do 1º ano que estão ingressando na rede municipal também não receberam uniforme. Em uma sala de 23 alunos, apenas 8 teriam recebido o kit. De acordo com os pais, a diretoria da escola afirmou que não há previsão de entrega para os alunos que não eram da rede e que, provavelmente, o material também não vai atender a todos.

O mesmo problema atinge a Emef Prof. Eizaburo Nomura, do Jardim Paulista. Na unidade, os uniformes dos alunos do 1º ano do fundamental também não foram entregues e a informação, que chegou aos pais, é de que acabaram os kits e que faltaram uniformes no tamanho seis nas escolas da rede.

O BnR entrou em contato com a prefeitura, questionando se há uma previsão para a entrega dos kits nas escolas apontadas pela reportagem. Em resposta, a administração municipal afirmou que “Secretaria de Educação está trabalhando muito para dar andamento na logística da entrega, uma vez que são cerca de 70 mil kits”. Foi ressaltado que “até sexta-feira, 8/2, todos os alunos receberão material e uniforme”.

A novela dos uniformes

A entrega dos materiais e uniformes escolares tem sido conturbada nos últimos dois anos. Em 2017, os kits começaram a chegar no mês de agosto (confira). Em setembro, alunos foram advertidos por ir para a aula sem o uniforme novo, e as unidades da Fieb não receberam os kits (relembre aqui e aqui). Próximo do fim do ano letivo, ainda havia estudantes sem os conjuntos (leia).

Em vídeo publicado em 18/12/18 em sua página do Facebook, Furlan prometeu uniforme e material escolar já no primeiro dia de aula, que ocorreu nesta segunda, 4/2

O ano seguinte, 2018, começou com a promessa de que a distribuição dos itens seria já em fevereiro (saiba mais). O prazo foi estendido para março, passou por um período de indefinição e em abril as entregas começaram, porém, diversas crianças receberam as roupas em tamanho errado, o que gerou polêmica e chegou até o Programa do Porchat, na Rede Record (aqui e aqui). Ainda no segundo semestre, a falta dos uniformes atingia alguns bairros da cidade (veja).

A promessa para este ano de 2019 foi feita pelo prefeito Rubens Furlan em uma publicação no Facebook, ainda em dezembro do ano passado. No vídeo, o prefeito mostra as caixas do vestuário estocadas em um galpão e afirma que todos os alunos da rede receberiam as peças já no primeiro dia de aula. No post, Furlan também pede desculpas pelos atrasos dos anos anteriores (confira na íntegra aqui).

- Publicidade -