Abertas vagas para agentes de controle e prevenção às endemias

2085
- Publicidade -

Inscrições para o cargo serão na quinta e sexta-feira, 27 e 28/2, no Centro de Eventos

A prefeitura de Barueri está abrindo 40 vagas temporárias para o cargo de agente de controle e prevenção às endemias. As inscrições poderão ser feitas na quinta e sexta-feira, 27 e 28/2, no Centro de Eventos.

O edital do processo seletivo 001/2020/SS foi publicado no Jornal Oficial de Barueri de 22/2, entre as páginas cinco e sete (confira o texto completo). A contratação tem modalidade temporária e emergencial.

Estão disponíveis 40 vagas, sendo duas reservadas para pessoas com deficiência. É exigido ensino médio completo e o salário é de mais de R$ 1,5 mil, com carga horária de 40 horas semanais mediante escala – podendo incluir sábados, domingos e feriados.

As inscrições serão realizadas nos dias 27 e 28/2, das 9 às 16 horas, no Centro de Eventos – localizado na avenida Sebastião Davino dos Reis, 672, Jardim Tupanci. No local, o candidato deverá apresentar original e cópia do RG ( ou carteira de habilitação, ou documento com foto) e preencher um formulário. Não haverá cobrança de taxa de inscrição.

Os inscritos passarão por prova objetiva, que será composta por questões de português, matemática e conhecimentos específicos. Os testes serão aplicados na Emef Elvira Lefevre Sales Nemer (av. Henriqueta Mendes Guerra, 1168, Vila São João) no dia 8/3, às 9 horas.

Serão classificados os candidatos que acertarem 50% da prova. A lista com a classificação será colocada no quadro de avisos da Secretaria Municipal de Saúde e publicada no Jornal Oficial de Barueri de 11/3. O resultado final será divulgado nos mesmos meios em 14/3.

O processo seletivo terá validade de um ano, com possibilidade de prorrogação por mais um ano.

O agente de controle e prevenção às endemias atua com atividades de vigilância, prevenção e controle de doenças instituídas pelo SUS. O cargo faz parte da Secretaria Municipal de Saúde.

Entre as atribuições estão desenvolver ações educativas e de mobilização da comunidade relativas ao controle de doenças, como a dengue, assim como os sintomas, riscos, agente transmissor e medidas de prevenção; realizar ações junto às unidades de saúde; identificar e comunicar casos suspeitos; fazer ações de campo para pesquisa de doenças; entre outras.

- Publicidade -