Vou de táxi! Pera, acho que não…

111

Leandro Kdeira cobra do poder público e taxistas acessibilidade para as pessoas com deficiência

Leandro Kdeira é morador de Barueri há 17 anos. Formado em Gestão Pública, coordena um projeto social de esporte para Pessoas com Deficiência em Barueri e também é atleta da bocha paralímpica.
Leandro Kdeira é morador de Barueri há 17 anos. Formado em Gestão Pública, coordena um projeto social de esporte para Pessoas com Deficiência em Barueri e também é atleta da bocha paralímpica.

Se você estiver em Barueri, e for um cadeirante precisando chegar rápido em um compromisso ou simplesmente não quer pegar ônibus – se for acessível – lotado, informo que você não encontrará nenhum táxi adaptado nesta poderosa cidade.

Temos por aqui 165 veículos credenciados com alvará para a prestação de serviço. Temos a Lei Brasileira de Inclusão que entrou em vigor no início do ano que estabelece que as frotas de táxis devem ter 10% dos carros adaptados. Mas cadê esses carros?

– Ah, Leandro. Mas é uma lei muito recente. Não houve tempo hábil para adequação.

– Tá bom! Esse é um assunto que já foi levado ao conhecimento de algumas autoridades locais há mais de três anos e não houve nenhuma iniciativa para solucionar esse problema, sendo que em alguns municípios já existia tal serviço mesmo antes da LBI ser aprovada.

– Leandro, mas adaptar o carro é muito caro para um público tão, tão, tão… pequeno.

Pequena é a falta de percepção dos taxistas que não enxergam como um diferencial esse tipo de serviço e do poder público que não promove benefícios fiscais para quem se propuser a oferecer o serviço. Não se trata aqui de um serviço exclusivo. Os táxis poderiam operar atendendo a todos, e claro, com a mesma tarifa que os demais veículos de passageiros utilizam – nada de pagar a mais por algo que é direito de todos.

Iniciativa como essa, por parte do poder público e das cooperativas de táxis da cidade, permitiriam que a acessibilidade pudesse contribuir para a construção de uma sociedade igualitária, consciente e justa quanto às questões voltadas para as pessoas com deficiência.

Alguma dica de UBER adaptado na região de Barueri?

[sam_ad id=”20″ codes=”true”]