Valor do IPTU assusta contribuintes

4631

Para muita gente, carnês vieram com valores muito maiores que em 2016. Prefeitura diz que isso se deve a ampliação de imóveis

 

O carnê do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) assustou muita gente em Barueri este ano. Em lugar do esperado reajuste próximo aos índices inflacionários, moradores receberam a conta com valores até oito vezes maiores do que no ano passado. Segundo a prefeitura, isso deve-se a modificações feitas nos imóveis que tiveram ampliação de área e, consequentemente, provocaram um novo cálculo para o tributo.

iptuO reajuste genérico do IPTU este ano foi de 7,37%, índice de atualização da Unidade Fiscal de Barueri (Ufib), como determina a legislação. No entanto, a prefeitura está realizando o recadastramento dos imóveis, para formatação do sistema de geoprocessamento. Boa parte dos endereços já foi visitada por avaliadores. Com as informações recolhidas, é feita a comparação da situação real do imóvel com aquela que consta do cadastro imobiliário do município.

De acordo com a Secretaria de Finanças, toda alteração da área construída provoca um novo cálculo no valor do tributo. “Se um determinado imóvel estiver, em nosso cadastro, sendo tributado por 100m2, e a visita ou através do sistema de geoprocessamento, identificar que este imóvel possua 500m2, ele será atualizado e cobrado a partir deste relatório por 500m2, logo, este imóvel terá a cobrança do IPTU atualizada nesta proporção”, explicou a pasta em nota enviada ao Barueri na Rede.

Ou seja, reformas, ampliações e puxadinhos de casas e estabelecimentos comerciais que aumentem a área construída acarretam recálculo no valor a ser pago. Para quem recebeu boleto com valor muito maior do que o esperado, a secretaria recomenda que o contribuinte compare com o carnê do ano passado e veja se há alteração na área do imóvel. Em caso de discordância, ele pode pedir revisão do valor no Ganha Tempo e, se não ficar satisfeito, o proprietário ou seu representante legal podem pedir uma nova vistoria.