Polícia investiga execução de escrevente no Belval

8616

Homem foi morto à queima roupa na manhã de segunda-feira, 27/11, em frente de casa, na Vila Nova

Na manhã da última segunda-feira, 27/11, o escrevente Luciano Perez Júnior, conhecido como Bilu, foi assassinado em frente de casa, no final da Rua Quinze de Novembro, na Vila Nova, no Jardim Belval.

Era início da manhã, e mesmo com a forte chuva, o atirador teria esperado Luciano, de 43 anos, sair de casa para trabalhar e assim que avistou a vítima, efetuou o disparo. O funcionário do cartório que fica alameda Grajaú, no Alphaville, foi baleado na nuca. De acordo com Francisco José Videira, delegado assistente da DP Central, as investigações preliminares apontam que a vítima era um rapaz calmo e trabalhador. Na rede social de Luciano, as homenagens fazem referência à personalidade tranquila e amigável dele, que foi sepultado na tarde de terça-feira, 28/11.

A Polícia Civil iniciou a investigação do homicídio com base em imagens de uma câmera de monitoramento instalada no começo da rua onde o crime aconteceu. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, é possível identificar o veículo utilizado na fuga do crime.“Estamos com uma equipe cuidando do caso, que vai começar a ouvir os familiares para ajudar a esclarecer o que motivou o crime”, afirmou o delegado assistente.