Oeste desencanta, bate Vitória e se afasta da degola

75

Rubrão vence baianos por 3 a 0 depois de cinco jogos sem vitória e sobe para décima colocação na Série B

Triunfo do Rubrão começou aos 30 segundos de jogo e terminou com gol nos acréscimos

Finalmente o Oeste voltou a vencer na série B do Brasileirão. Jogando na Arena Barueri na noite de terça-feira, 11/6, o Rubrão, conseguiu sua segunda vitória na competição ao bater o Vitória por 3 a 0. O rubro-negro havia vencido apenas uma vez no campeonato, na segunda rodada, quando fez 2 a 0 no Guarani. Ao derrotar os baianos, o time saltou para a décima colocação, com 11 pontos.

E a vitória do Oeste começou a se desenhar rapidamente. Logo aos 30 segundos de jogo, o zagueiro Zé Ivaldo se atrapalhou dentro da pequena área e acabou mandando a bola contra as próprias redes.

A vantagem permitiu que o Rubrão adotasse sua estratégia preferida, que é recolher-se e buscar os contra-ataques. Quase deu certo, pois além de não dar oportunidades ao adversário, chegou duas vezes perto de ampliar, mas parou nas mãos do goleiro Ronaldo e teve até um gol anulado. E o primeiro tempo terminou com o 1 a 0.

Na segunda etapa, o time baiano saiu para o ataque e obrigou o goleiro Glauco a fazer duas grandes defesas, uma delas em cabeçada a queima-roupa O Rubrão aproveitava para tentar a roubada de bola e sair rápido. Mas o segundo gol saiu aos 29 minutos em uma rápida penetração de Lídio e Alison pela esquerda que envolveu a defesa do Vitória e terminou encontrando Bruno Gonçalves livre na entrada da pequena área.

O terceiro gol saiu nos acréscimos, com Roberto, que recebeu passe precioso de Elvis e, já dentro da área, bateu forte no ângulo direito, sem nenhuma chance para Ronaldo.

A segundona para agora por causa da Copa América e só recomeça em julho. A próxima partida do Rubrão está marcada para o dia 13/7, contra a Ponte Preta, em Campinas.

Contra o Vitória jogaram Glauco; Cicinho (Alison), Kanu, Maracás e Alison; Lídio, Thiaguinho e Elvis; Roberto, Bruno Paraíba (Bruno Gonçalves) e Bruno Lopes (Fábio).