Oeste cede empate do fim e mantém distância do G-4

156

Rubrão esteve duas vezes na frente do placar, mas não resistiu e continua a quatro pontos da linha de acesso

santacruz2
O artilheiro Mazinho voltou a se destacar e marcou os dois gols do Rubrão na partida

Depois de estar duas vezes na frente do placar, o Oeste não resistiu à pressão do Santa Cruz no fim do jogo e acabou empatando em 2 a 2, no Recife, na noite desta terça-feira, 17/10, pela 30ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Rubrão mantém a distância de quatro pontos do quarto colocado, agora o Paraná, e se mantém vivo na luta pelo acesso à série A.

Precisando vencer de qualquer maneira para manter as esperanças de se manter na série B, o Santa Cruz começou o jogo pressionando. Os pernambucanos tiveram duas boas oportunidades de abrir o placar logo nos primeiros 15 minutos.

Apesar do sufoco, o Rubrão resistiu bem e aos poucos foi criando situações de contra-ataque, seu ponto forte. Até que, aos 28 minutos, William Cordeiro foi derrubado dentro da área. Pênalti que Mazinho bateu e marcou. O gol desestabilizou o Santa Cruz e permitiu que o Rubrão crescesse a ponto de quase ampliar novamente com Mazinho, aos 44, mas o zagueiro Guilherme salvou em cima da linha.

No segundo tempo, o Oeste teve um baque logo aos seis minutos. William Cordeiro, que já tinha amarelo, segurou um adversário pela camisa e foi expulso. Quatro minutos depois, Joilson derrubou o veterano centroavante Grafite na área. Pênalti que o próprio atacante bateu para empatar.

A situação se complicava para o Oeste, mas Mazinho, sempre ele, voltou a marcar, aos 16 minutos, desta vez um golaço com direito a arrancada, um drible desconcertante e um belo chute. Foi o 15º gol do meia-atacante na competição, ele que lidera a artilharia do campeonato. A partir daí, o Santa Cruz foi para o tudo ou nada, tentando aproveitar a vantagem numérica em campo. E o empate veio aos 34 minutos, num lance de confusão dentro da área do rubro-negro.

Na próxima rodada, o Oeste joga fora de casa novamente e tem um desafio complicado. No sábado, às 17h30, enfrenta o Vila Nova, em Goiânia. Os goianos estão em quinto lugar, com 50 pontos, dois a mais que o Rubrão, e são adversários diretos na luta para entrar no G-4.

Em Recife, o Oeste jogou com Rodolfo; Daniel Borges (Guilherme Romão), Joilson, André Vinicíus e Willian Cordeiro; Wilson Mathias (Daniel Gigante), Fabrício, Mazinho; Robert, Raphael Luz (Lídio) e Gabriel Vasconcellos.