Morre Albino Nunes, dono da padaria Central, La Ville e Quinta do Marquês

4076
- Publicidade -

Empresário teve um AVC enquanto praticava atividade esportiva. Velório será no Ginásio José Corrêa na quarta-feira, 22/1, a partir das 10h30

Albino moreu após ter um AVC. Em 2013, foi condecorado pelo governo português como comendador da Ordem do Mérito Empresarial e Classe do Mérito Industrial. Da terra natal, trouxe receitas como do pastel de nata

Morreu na manhã desta terça-feira, 21/1, o dono das padarias Central, no Centro de Barueri; da La Ville, da alameda Rio Negro; e da Quinta do Marquês, que tem quatro unidades, das quais uma no Alphaville. Albino Nunes estava praticando exercícios físicos quando teve um acidente vascular cerebral (AVC). Após passar mal, ele foi socorrido e levado ao hospital Albert Einstein, no bairro do Morumbi, na capital, mas teve um infarto fulminante e não resistiu.

O velório está previsto para ser realizado no Ginásio Poliesportivo José Corrêa (avenida Guilherme Perereca Guglielmo, 1000, Centro) a partir das 10h30 de quarta-feira, 22/1. O cortejo sairá do local às 15 horas e o sepultamento ocorrerá às 16 horas no Cemitério Municipal de Barueri.

Albino Nunes vivia no Vale da Pedra, um vilarejo de Portugal. Em 1964, o pai dele, José Nunes Junior, deixou a terra natal e veio para o Brasil. Depois de passar um ano trabalhando na panificadora de um irmão em Quitaúna (Osasco), José trouxe a mulher Maria Nunes e os três filhos, Albino, Maria Odete e Maria Encarnação, para o país. Em 1966, a família fundou a Panificadora e Confeitaria Central de Barueri.

Atualmente, Albino estava à frente da padaria Central, assim como da padaria La Ville Alphaville, localizada na alameda Rio Negro. Em 2009, o empreendedor também fundou a Quinta do Marquês, em São Roque, que hoje conta com as unidades do Alphaville, Campinas e São Paulo. O patrimônio ainda inclui prédios residenciais, como edifício Adélia, Timaria, Colore e Double Barueri, unidades comerciais do Centro Empresarial Barueri e Beta Trade, e um galpão logístico na rodovia Castelo Branco, na altura de São Roque.

Duas perdas em dez dias

Manoel morreu no dia 10/1 decorrente de um câncer

No início do mês, outro sócio fundador da padaria La Ville Alphaville também morreu. Manuel dos Santos Silva, de 80 anos, lutava contra um câncer e estava internado no Hospital Sírio-Libanês, quando morreu no dia 10/1. Manuel, assim como Albino, era de Portugal e morador do Alphaville desde 1984. Ele detinha a La Ville da Aldeia da Serra e era um dos responsáveis pelo edifício Mont Blanc.

- Publicidade -