Hinode/GRBarueri vence a terceira e mantém liderança da Superliga B

438

Time de José Roberto Guimarães bateu o Chapecó por 3 a 0 neste sábado, 4/2, no ginásio José Correa

grbmateria
Capitã Erika no ataque: para jogadoras, time tem evoluído a cada jogo/Fotos: Verônica Falco

O Hinode/GRBarueri venceu o ACV/Unichapecó por 3 a 0 (27-25, 25-20 e 25-13) na tarde deste sábado, 4/2, e manteve-se na liderança da Superliga B de voleibol feminino. Agora, o GRB soma três vitórias em três jogos sem ter perdido nenhum set.

grbsuelle
Suelle, um dos destaques

Como das outras vezes, o GRB teve dificuldades no começo do jogo e por pouco não perdeu o primeiro set. O time cometeu erros na defesa, enquanto o Chapecó foi bem no saque e nos bloqueios. O placar esteve apertado até as catarinenses abrirem 14-10. O Barueri só foi equilibrar no final, quando empatou em 22-22, voltou a estar atrás no marcador, mas acabou fechando em 27-25. Os destaques foram Sara e Suelle, no ataque e Fê Isis no saque.

No segundo set, o Hinode começou bem, abriu logo 4 pontos e levou o jogo com tranquilidade até o meio do período, quando uma sequência de hesitações permitiu que as adversárias quase empatassem. Mas o time acordou e acabou fechando bem em 25-20. Sara continuou bem no ataque e Suelle começou a se destacar na rede e também com aces e bloqueios. O GRB não deu chance às adversárias no terceiro set. O time dominou totalmente o jogo, abriu larga vantagem e não teve dificuldade para fechar em 25-13.

grbana
Ana Cristina: muito treino

Um dos destaques do jogo foi a ponteira Suelle, uma das maiores pontuadoras da tarde mas que também apareceu bem no saque e no bloqueio. Ela considera que esta foi a melhor partida da equipe, mas lamentou que o time tenha demorado para deslanchar na partida. “Isso se repetiu e é algo que precisamos resolver, temos que começar com mais intensidade”, explicou. “Depois que conseguimos fazer nosso jogo, tudo sai naturalmente, como hoje.”

Para a levantadora Ana Cristina, a equipe tem evoluído a cada jogo e atribui o progresso aos treinamentos. “Estamos sempre procurando outras possibilidades, não nos acomodamos”, explica. Ela concorda que o time tem sofrido no começo das partidas, mas considera que o fato de as adversárias não serem conhecidas contribui para isso. “Além do mais, todo mundo quer ganhar da gente, então os times entram muito mais motivados.”

O Hinode/GRBarueri lidera a competição com 9 pontos, seguido pelo Bradesco, que tem 6, mas jogou uma vez a menos. Na quarta rodada, que será jogada no próximo fim de semana, o GRB folga e volta a se apresentar dia 18/2, contra o Bradesco, em Osasco. Esse jogo poderá valer a liderança da Superliga B. Depois, o GRB volta a jogar em Barueri no dia 21/2, contra o Curitibano.

classificacao-e-tabela-rodada-3completa