Hinode/GRBarueri despacha São Bernardo e está na final

694

Equipe de José Roberto Guimarães bateu time do ABC por 3 a 0. Decisão será dia 10, em Barueri, contra o Curitibano

ariele
Ariele entrou durante o jogo e foi fundamental na vitória/Fotos: Mário Trujillo

O Hinode/GRBarueri está na final da Superliga B de vólei feminino. O time garantiu sua passagem para a decisão ao bater neste sábado, 1º/4, no ginásio José Correa, o São Bernardo por 3 a 0, pelas semifinais da competição, com parciais de 25-17, 25-13 e 25-16. O título será decidido em jogo único, no dia 10/4, às 19h30, também em Barueri. O adversário será o Clube Curitibano. O campeão garante um lugar na elite do voleibol brasileiro.

O GRB entrou em quadra com a missão de confirmar sua campanha impecável no torneio. O time tinha vencido todos os sete jogos que jogou pela Suplerliga B, inclusive a primeira partida das semifinais contra o São Bernardo, na semana anterior.

E o que se viu no José Correa foi a superioridade do Barueri, ameaçada apenas em poucos momentos do jogo. Com exceção dos primeiros momentos do primeiro set, quando pecou por falta de concentração, o Barueri foi sempre superior ao adversário. O técnico José Roberto Guimarães mexeu bastante no time durante o jogo, experimentando variações e dando oportunidade de jogo às atletas que não são consideradas titulares.

O São Bernardo começou melhor o primeiro set e se aproveitou da desatenção do Barueri. O time do ABC chegou a fazer dois pontos em aces por erro de golpe de vista das atletas do GRB. Com isso, as visitantes chegaram a abrir 8-3 no placar. Mas o técnico Zé Roberto arrumou o time numa pedida de tempo, o time se acertou e reagiu, virando o placar em 12-11. Sara passou a aparecer bem no ataque e Érika, numa série de saques balanceados, desequilibrou a defesa adversária. No fim, o Hinode não teve dificuldade em fechar em 25-17.

No segundo set, o São Bernardo começou bem na defesa. O bloqueio funcionou e dificultou o ataque do GRB. Os dois erravam muito, mas Barueri se impôs. Ariele, que entrou no fim do período, apareceu bem no ataque e encaminhou a vitória em 25-13.

No terceiro set, o time do ABC perdeu a força e viu o GRB conduzir a partida como quis até os 25-16, com boas atuações de Suelle e Ariele no ataque. Outro destaque do jogo foi a caçula Moara, de 16 anos. Ela entrou em quadra quando a partida estava em 24 pontos, sacou e fechou o placar. Acabou sendo intensamente festejada pelas companheiras.

dani2
Dani Terra ganhou a condição de líbero titular durante a competição e teve grande atuação no sábado

Uma das protagonistas da partida foi a líbero Dani Terra. Ela começou a competição como reserva de Michelle e ganhou a posição ao longo do torneio. Neste sábado, teve grande atuação. “Nós estudamos muito o adversário, e isso ajudou na vitória”, disse. “Temos estudado bastante cada jogo e vamos fazer isso de novo para a final”, afirmou, sobre a decisão do dia 10.

Dani está confiante que a equipe fará uma grande partida. Sobre ter se tornado titular, ela exalta a parceria com a concorrente. “É muito bom ter a Michelle como colega, uma ajuda muito a outra e evoluímos juntas”, disse.

Outro que se mostra confiante com a equipe é o técnico Zé Roberto. “Estou muito feliz com a forma como o time está jogando. Temos jogadoras muito jovens que estão evoluindo” disse ele, ao fim da partida. “Vamos trabalhar para fazer um grande jogo.”

O adversário do Hinode/GRBarueri será o Clube Curitibano, que neste sábado derrotou o Abel Havan Brusque (SC) por 3 a 2. As paranaenses já haviam vencido a primeira partida da semifinal jogando em casa.