Hinode/Barueri sai na frente nas quartas de final da Superliga

234

Time bateu Osasco por 3 a 2 na terça, 19/3, no José Correa, e decide vaga na semifinal sexta-feira, na quadra do adversário

Barueri se impôs nos momentos decisivos/Fotos: Barueri Esporte Forte

Num jogo emocionante, com muito equilíbrio e várias alternativas, o Hinode/Barueri venceu o Osasco/Audax por 3 a 2 na noite de terça-feira, 19/3, no ginásio José Correa, e saiu na frente nas quartas de final da Superliga feminina de voleibol. Na sexta-feira, as duas equipes voltam a se enfrentar em Osasco, às 19 horas. Se vencer, o Barueri passa para as semifinais. Se perder, haverá um terceiro jogo na terça-feira, 26 de março, aniversário da cidade, novamente no José Correa, no mesmo horário.

Tainara, melhor em quadra

Um dos destaques da noite foi a ponteira Tainara, eleita a melhor em quadra e festejada por todo o time. Ela atacou e defendeu muito, aparecendo ao pontuar e no bloqueio. Tainara, que completou 19 anos no início do mês, é prata da casa. Ela é de Jandira  e começou no esporte nas categorias de base do GRB. Venceu o Sul-Americano sub-17 em 2016, com a seleção brasileira, quando ganhou o título de melhor jogadora da competição.

Equilíbrio total

Como era de se esperar, o clássico regional foi o jogo mais equilibrado das quartas de final até agora. Osasco saiu na frente, com um 25-22, Barueri virou com um duplo 25-23, as visitantes voltaram a empatar, vencendo o quarto set por 25-19 e o Hinode fechou a vitória com 16-14 no último período.

O Barueri começou bem o jogo e deu a impressão que venceria o primeiro set. O time chegou a abrir 14-9, mas acabou tendo uma pane e permitiu a reação do Audax, que empatou em 14-14, saltou à frente e logo abriu três pontos. A partir daí, o time da casa não conseguiu mais retomar o placar e perdeu por 25-22.

A derrota mexeu com as jogadoras do Barueri, que entraram mal no segundo período e viram as visitantes rapidamente abrirem 9-3. Mas então apareceu Tainara, que conseguiu uma série de pontos e colocou o time novamente no jogo. O time assumiu a frente em 15-14. A partir de então, o set foi disputado ponto a ponto, com trocas de liderança no placar. O Osasco chegou a fazer 23-22, mas o Barueri foi cirúrgico nos últimos pontos e virou para 25-23.

Vitória deixa Hinode a um passo da semifinal da Superliga

O terceiro período começou com o Hinode abrindo uma pequena vantagem, que se manteve até o 11º ponto. Então, o time engatou uma série de pontos e chegou a 16-9. O Audax, no entanto, se reorganizou e começou uma reação fulminante, explorando os erros do Barueri e fazendo para 18-17. O final da parcial foi eletrizante, as visitantes fizeram 22-21, mas novamente o Hinode manteve o foco e conseguiu virar para ganhar por 25-23.

O quarto set parecia repetir o equilíbrio dos três anteriores. Até a metade do período, a contagem esteve apertada, mas o Osasco abriu quatro pontos em 19-15 e conduziu o jogo até o fim, fechando em 25-19.

O Barueri liderou o quinto set desde o início, mas sempre com vantagem curta, até que o Osasco conseguiu virar em 12-11. Os pontos finais foram dramáticos, com troca de vantagem. O Audax chegou a fazer 14-13, mas o Barueri mais uma vez manteve o controle e fez três pontos seguidos, com Amanda, um ace de Dani Lins e um ataque indefensável de Skowronska, garantindo a vitória por 16-14.