Futuro secretário de Esportes diz que Oeste vem em definitivo

755

Tom Moisés nega que o clube ficará na cidade apenas em 2017 e prevê ciclo de vitórias para os próximos anos

O futuro secretário de Esportes de Barueri, Tom Moisés, garante que o Oeste FC chegou a Barueri para ficar em definitivo. Ele faz a afirmação em referência a declarações do presidente do clube, Ernesto Garcia, publicadas em veículos de imprensa sobre a possível volta do time a Itápolis em 2017. “O presidente Ernesto Garcia preferia permanecer em Itápolis e se empenhou para isso, mas as dificuldades com o estádio municipal daquela cidade e as circunstâncias não foram favoráveis” explicou Tom.

tom-4
Tom Moisés garante que mudança é definitva. Foto: Internet

Segundo o Barueri na Rede apurou, nos últimos anos a diretoria do Oeste procurou apoio do empresariado local para apoiar financeiramente o clube, mas não teve sucesso. Também negociou com os últimos prefeitos da cidade melhorias para o estádio municipal, que vem sendo sucessivamente vetado pelo Corpo de Bombeiros, mas as administrações alegaram não poder bancar a modernização. Por fim, o próprio clube chegou a fazer uma reforma, mas ainda assim não houve a liberação do alvará de funcionamento.

De acordo com Tom Moisés, para a prefeitura de Itápolis deixar o estádio municipal em condições de disputar Campeonato Paulista, Copa do Brasil e Brasileirão Série B, seriam necessários investimentos de aproximadamente R$ 7 milhões. “Diferente disso, aqui em Barueri já está tudo pronto e não será preciso investir nada. Por isso, nós nos apressamos em oferecer a estrutura esportiva do município, que não inclui recursos públicos, e tivemos êxito em trazer o time para a nossa cidade”, explica.

Para Tom , a vinda do Oeste resultará em muitos aspectos positivos para a população. “Um time de futebol profissional em Barueri significa conteúdo esportivo para nossa arena, mídia espontânea para a cidade, lazer e entretenimento para a população”, diz ele. O futuro secretário entende que o clube trará a Barueri jornalistas, turistas e visitantes, vai gerar negócios e serviços e também aquecer o comércio local. “Além de tudo isso, será um espelho para a nossa criançada, promovendo a prática esportiva como ferramenta de inclusão social.”

O novo secretário não duvida que o clube será rapidamente adotado pela cidade e é otimista quanto ao desempenho esportivo do time no novo endereço. “Em alguns anos, o Oeste será tão vencedor em Barueri que, naturalmente, atrairá holofotes e ascenderá a paixão dos amantes do futebol”, conclui.