Saulo: “Estamos brigando contra uma máquina”

40

Ao ser homologado como candidato do Psol, o vereador Saulo Goes criticou o grupo que comanda a cidade há 35 anos e afirmou que o papel do partido é mudar isso

DSC_0499

Saulo, à direita, com a mulher, Roberta, e o presidente local do PT, Baltasar Rosa, candidato a vice de sua chapa/Fotos: Fabiana Almeida

Saulo Goes afirmou na convenção do Psol que sua missão e a dos candidatos a vereador do partido é mudar um modelo de política na cidade que mantém o poder nas mãos de um único grupo. “Chegou a hora de trocar. Estamos brigando contra uma máquina, mas não nos dobramos a esta oligarquia que está aí há 35 anos”, afirmou.

DSC_0454
Saulo criticou a má gestão e falta de planejamento dos últimos governos

“Eles simulam brigas, mas estão todos do mesmo lado. Em uma semana, quatro pré-candidatos a prefeito desistiram e agora apoiam o mesmo nome”, disse. “Por isso, chegou a hora de unirmos forças pelo que é melhor para nossa cidade.”

Para Saulo, Barueri não tem gestão, aplica mal os recursos financeiros e não atende as necessidades da população. “Nada é feito com planejamento”, disse. “Os funcionários que se dedicam são desvalorizdos, a cidade está abandonada”, completou.

DSC_0493
Baltasar lembrou de lutas anteriores que teve ao lado de Saulo

Ele alfinetou a convenção do PSDB, realizada pela manhã. “Quem está aqui veio voluntariamente, não ganhou nada, não tem interesse pessoal”, atacou. “E estamos aqui porque chegou o momento de escolher em que cidade queremos viver, temos que decidir onde queremos chegar.”